Festival É Tudo Verdade começa nesta quarta em SP

Evento apresenta 137 títulos de todo o mundo, distribuídos entre as competições brasileira e internacional

Luiz Carlos Merten, de O Estado de S. Paulo,

08 de março de 2025 | 16h24

Numa seleção que abrange 137 títulos de todo o mundo, distribuídos entre as competições brasileira e internacional e seções como Vidas Brasileiras, O Estado das Coisas, Foco Latino-Americano, Horizonte, etc., o Estado coloca em campo um time de 11 filmes que você não pode perder no 13º Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade, que começa nesta quarta, 26, em São Paulo e na quinta, 27, no Rio.  Stranded - O filme do uruguaio Gonzalo Arijón que abre o evento em São Paulo conta a mesma história que inspirou ficções como Os Sobreviventes dos Andes e Sobreviventes, de René Cardona Jr. e Frank Marshall. Em 1972, o avião que levava o time nacional de rugby do Uruguai sofreu um acidente nos Andes e 29 de seus 45 ocupantes conseguiram sobreviver, contando mais tarde que praticaram canibalismo. Um dos fotógrafos de Stranded é César Charlone, de Cidade de Deus, co-diretor de O Banheiro do Papa, em exibição na cidade. CineSesc, quarta-feira, 26, 20h30; quinta, 21 h.Veja trailer de 'Stranded'  Sem Fim à Vista - Indicado para o Oscar de melhor documentário do ano, o filme de Charles Ferguson inaugura a etapa carioca do É Tudo Verdade. O diretor entrevista antigos assessores e simpatizantes do presidente George W. Bush para discutir a sucessão de erros em que se transformou a Guerra do Iraque. Se fosse feito por alguém contrário ao presidente dos EUA, como Michael Moore, o filme seria, talvez, tendencioso. Ferguson, filmando o desapontamento de aliados, constrói uma narrativa cronológica, detalhada e sóbria. CineSesc, dia 3, 23 h.Veja trailer de 'Sem Fim à Vista'  Fengming - Memórias de Uma Chinesa - Mulher de 60 anos recorda como o maoísmo virou um pesadelo que durou 30 anos na China. O mesmo diretor - Wang Bing - assina Além dos Trilhos, que passa na mostra Horizonte e ambos os filmes oferecem retratos fortes das transformações ocorridas no país que terá grande exposição na mídia, nos próximos meses, por conta dos Jogos Olímpicos de Pequim. CineSesc, dia 4, 15 h.Veja trailer de 'Fengming - Memórias de Uma Chinesa'  Subindo o Rio Amarelo - Selecionado para o Sundance e vencedor do prêmio de melhor documentário no Festival de Vancouver, o longa de Yung Chang acompanha um barco de turistas que percorre o rio do título, visitando áreas (e cidades) que serão inundadas por causa da construção da represa das Três Gargantas. Ou seja, o mesmo drama de Em Busca da Vida, de Jia Zhang-Ke. CineSesc, quinta, 27, 17 h.Veja trailer de 'Subindo o Rio Amarelo'  O Sonho de Tilden - A partir do encontro, em Cuba, do cineasta Fernando Birri, nome histórico do cinema latino-americano, com o diplomata brasileiro Tilden Santiago, a diretora Moara Passoni acompanha o esforço da dupla, que embarca para o Vaticano, a fim de entregar uma carta ao papa Bento XVI. Reserva Cultural, dia 28, 14 h; dia 30, 16 h. Me Abrace Forte e Me Deixe Ir - Quem gostou de Ser e Ter, do francês Nicholas Phillibert, não pode perder o filme da inglesa Kim Longinotto, vencedor do BritDoc como melhor documentário britânico do ano passado, sobre as técnicas que uma escola emprega para integrar alunos expulsos de outros estabelecimentos por seu comportamento violento. CineSesc, dia 30, 15 h.Veja trailer de 'Me Abrace Forte e Me Deixe Ir'    Simonal - Ninguém Sabe o Duro Que Dei - Cláudio Manoel, Micael Langer e Calvito Leal levantam o véu sobre as acusações de colaboracionismo com o regime militar que destruíram a carreira do cantor nos anos 60. CineSesc, dia 4, 21 h; dia 5, 13 h. Coração Vagabundo - Fernando Andrade mostra o que Pedro Almodóvar, Michelangelo Antonioni e David Byrne, entre outros, pensam sobre Caetano Veloso. CineSesc, dia 30, 19 h. Relato de Memória - O cineasta israelense Dan Geva dialoga com Description d’Un Combat, documentário que Chris Marker realizou em 1960, ainda nos tempos heróicos da construção do Estado de Israel. Quase 50 anos depois, o que restou daquele sonho? Contundente. CineSesc, dia 1º, 17 h.Veja trailer de 'Relato de Memória'  Porta 12 - Um incidente ocorrido na saída de um jogo entre River Plate e Boca Juniors, em Buenos Aires, em 1968, produziu 71 mortos e mais de 100 feridos. O diretor Pablo Tesoriere tenta responder à questão - foi um conflito espontâneo ou uma reação política da ditadura, já que torcedores do Boca gritavam slogans peronistas que irritaram os militares? CineSesc, dia 2, 17 h.Veja trailer de 'Porta 12'  Operação Cineasta - Um estudante de Bagdá é contratado para trabalhar como estagiário durante a rodagem de um filme na República Checa. Nina Davenport acompanhou a experiência com sua câmera e, ao descobrir que ele não contou toda a verdade sobre suas origens, propõe uma discussão sobre ética e correção política que tem tudo a ver com o momento atual, além de remeter ao documentário de Charles Ferguson, Sem Fim à Vista. CineSesc, dia 28, 17 h.Veja trailer de 'Operação Cineasta' 

Tudo o que sabemos sobre:
É Tudo Verdadedocumentários

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.