Festival do Minuto dá a largada

Começa nesta terça-feira o 9.º Festival do Minuto, que ocupará 94 centros culturais distribuídos por 11 Estados, incluindo São Paulo, Rio, Santa Catarina e Pernambuco. Até o dia 13, será possível conferir trabalhos concebidos por profissionais e amadores, que disputarão juntos nas categorias Vídeo, Internet e Trash. Este ano, a mostra contabilizou um recorde de inscrições, num total de 1.071 obras.Do total de inscritos, foram selecionados para a competição 47 títulos em vídeo, 24 em Internet e 9 na Trash. Essa última categoria é uma novidade no evento. "São os vídeos mais estranhos, doidos e desequilibrados, que não se levam a sério ", define o organizador do Festival do Minuto, Marcelo Masagão. "Eles têm tudo a ver com o evento."Segundo Masagão, a mostra não separa os profissionais da área dos videomakers amadores. O que prevalece são as boas idéias. "Cerca de 90% dos participantes são amadores", ressalta ele. "E mais importante do que o resultado é o processo de criação no qual as pessoas se envolvem." Por isso, cabeleireiros, donas de casa, estudantes, entre outros, não se inibem em se inscreverem e acreditarem no potencial de seus trabalhos.Criado em 1991, o Festival Mundial do Minuto inicialmente estava mais vinculado à área publicitária. "Cada vez mais a mostra ampliou seu espaço, pois a possibilidade de meios de divulgação dos trabalhos aumentou muito; a exemplo disso temos a Internet", constata Marcelo Masagão. "Além disso a qualidade dos trabalhos está superior. Não dá para comparar o antigo sistema VHS com o atual DVD."Diante da demanda de participantes, a cada novo festival Masagão planeja regionalizar o evento a partir de 2002. Na agenda do evento para o próximo ano, o 1.º Festival do Minuto em Curitiba, Porto Alegre e Ribeirão Preto já estão confirmados. O organizador pretende ainda transformar o evento em permanente e, por isso, já busca a colaboração de patrocinadores. "Podemos realizar várias competições temáticas, além de termos a disputa anual no fim do ano."O corpo de jurados do 9.º Festival Mundial do Minuto será formado por Adhemar Oliveira, do Espaço Unibanco, pela diretora do Festival Rio BR, Adriana Rattes, pela cineasta e VJ da MTV Marina Person, pela atriz Vera Zimermann, pelo produtor Patrick Leblanc, pela apresentadora da TV Cultura Soninha Francine, pelo ex-jogador de futebol Raí, pelo organizador de eventos de moda Paulo Borges, por Philipe Oliver Boutaud, da DirecTV, e por Marta Colabone, do Sesc São Paulo.Paralelamente, uma mostra exibirá o trabalho coletivo Corpo Presente, com obras enfocando partes do corpo humano, dirigidas por cineastas como Tata Amaral, Kiko Goifman, Lucila Meirelles e Inês Cardoso.Patrocinado pela DirecTV pelo segundo ano consecutivo, o evento trará o inédito voto interativo. A partir desta terça-feira, quem for assinante da operadora poderá assistir aos vídeos selecionados no canal 605 e votar nos seus prediletos, por meio do controle remoto.A DirecTV instalará um quiosque no Cineclube DirecTV - que fica na Rua Augusta -, no domingo, onde o público também terá oportunidade de votar. A partir dos votos, a DirecTV entregará dois prêmios: para melhor vídeo nacional e estrangeiro.Serviço - 9.º Festival Mundial do Minuto. Entrada franca. Serão mais de 100 locais de exibição, entre os quais Casa das Rosas (Avenida Paulista, 37, tel. 251-5271); Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1.000, tel. 3277-3611); CineSesc (Rua Augusta, 2.075, tel. 3082- 0213); MIS (Avenida Europa, 158, tel. 3088-0896); Directv Music Hall (Avenida dos Jamaris, 213, tel. 5643-2500); Pinacoteca do Estado (Praça da Luz, 37, tel. 229-9844).Informações pelo site: www.uol.com.br/minuto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.