Yara Nardi/Reuters
Yara Nardi/Reuters

Festival de Veneza concede Leão de Ouro ao diretor Paul Schrader

Autor de 'Gigolô Americano', o americano foi roteirista e 'Táxi Driver' e trabalhou com importantes cineastas

Redação, AFP

04 de maio de 2022 | 13h00

O diretor de cinema americano Paul Schrader, autor de Gigolô Americano e roteirista de Taxi Driver, receberá o Leão de Ouro pela sua carreira na 79ª edição do Festival de Veneza, que será realizada de 31 de agosto a 10 de setembro, anunciou o festival italiano nesta quarta-feira, 4. 

"Me sinto profundamente honrado, Veneza é o leão do meu coração", reagiu o diretor, de 75 anos, segundo informou o festival em um comunicado à imprensa. 

Para o diretor da Mostra , o crítico italiano de cinema Alberto Barbera, se premia "uma figura do Novo Hollywood, que revolucionou a imaginação, a estética e a linguagem do cinema americano no final dos anos 60". 

Paul Schrader é "um dos autores americanos mais importantes de sua geração, um cinesta que foi influenciado profundamente pela cultura e pelo cinema europeu, um roteirista obstinadamente independente", destacou.

Como roteirista, Paul Schrader trabalhou com importantes cineastas, entre eles Martin Scorcese (Taxi Driver, mas também Touro Indomável e A Última Tentação de Cristo); Steven Spielberg (Contatos Imediatos de Terceiro Grau); Brian de Palma (Trágica Obsessão) e também Sydney Pollack (Yakuza)

Em 2021, Schrader competiu em Veneza com The Card Counter: O Jogador, um thriller complexo, que não obteve prêmio algum. 

Fundado em 1932, o Festival de Cinema de Veneza, o mais antigo do mundo, celebra este ano seu 90º aniversário. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.