Festival de Veneza aumentará segurança

O Festival de Cinema de Veneza aumentará suas medidas de segurança e tentará conscientizar os presentes da conveniência de fazer algumas concessões em benefício da tranqüilidade de todos, segundo fontes da Mostra.A preocupação na Itália por um eventual atentado chegou aos organizadores do Festival e ontem o presidente da Bienal veneziana, Davide Croff, acompanhou o delegado da cidade e um grupo de policiais em uma visita às instalações que acolherão o festival.A 62.ª edição do festival será realizada entre 31 de agosto e 10 de setembro em vários lugares do Lido, a ilhota que serve como praia em Veneza.O dispositivo de vigilância pretende combinar a segurança com o menor incômodo possível para o público, indicaram as fontes. Entre as possíveis medidas, mas ainda não definitivas, está a instalação de detectores de metais, assim como a proibição de mochilas e grandes bolsas nas salas de projeção.Também haverá revisões exaustivas das salas antes de cada projeção por parte de especialistas, mas as medidas concretas serão definidas nos próximos dias, após uma nova reunião entre as forças de segurança e os organizadores do festival.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.