Vincent Kessler/Reuters
Vincent Kessler/Reuters

Festival de Veneza anuncia competidores

Diretores consagrados como Terrence Malick, Brian de Palma e Takeshi Kitano estão na lista 2012

AFP

26 Julho 2012 | 12h30

Cineastas consagrados como Terrence Malick, Brian de Palma, Takeshi Kitano e Marco Bellochio, ao lado de autores quase desconhecidos, aparecem na lista de artistas selecionados para a 69ª edição do Festival de Cinema de Veneza, que acontece de 29 de agosto a 8 de setembro.

A diretora, roteirista e montadora chilena Valeria Sarmiento, esposa do falecido cineasta Raúl Ruiz e radicada na França desde os anos 70, compete por Portugal com a produção Linhas de Wellington, com o ator John Malkovich, projeto póstumo de seu marido sobre o confronto entre as tropas de Napoleão e as britânicas nos territórios ibéricos no início do século XIX.

Junto com a latino-americana, dois renomados diretores do cinema mundial, como o americano Terrence  Malick e o português Manoel de Oliveira, competirão na mostra oficial.

Malick apresenta To the Wonder, com Ben Affleck, Rachel Weisz e o espanhol Javier Bardem, enquanto o diretor português, que completa 104 anos em dezembro, compete  com Gebo e l'ombre, com Claudia Cardinale e Jeanne Moreau.

O festival, que este ano selecionou 18 longas para a competição oficial - um dos quais ainda não foi revelado - também escolheu o controverso filme do veterano italiano Bellochio, La bella adormentata, sobre o delicado tema da eutanásia.

Outras duas produções italianas foram convidadas para a competição oficial: E stato il figlio, de Daniele Ciprí, e Un giorno speciale, de Francesca Comencini.

A presença americana é completada com o esperado filme de Robert Redford, The Company You Keep, no qual ele interpreta um ex-ativista político, e The Master, de Paul Thomas Anderson, sobre o poder das seitas.

O premiado cineasta japonês Takeshi Kitano retorna ao festival com Outrage Beyond, sobre o crime no Japão, enquanto outro veterano, o americano Brian De Palma, compete com Passion, um remake do francês Crime d'amour, sobre a estranha história de paixão e domínio entre duas mulheres.

O cinema latino-americano estará presente em mostras paralelas, como Horizontes, onde competem longas e curtas de cineastas do Brasil, México, Argentina e Paraguai.

Confira a lista dos filmes selecionados:

Après Mai, de Olivier Assayas (França)

At any price, de Ramin Bahraini (EUA/GB)

Bella Addormentata, de Marco Bellocchio (Itália/França)

La cinquième saison, de Peter Brosens e Jessica Woodworth (Bélgica/Holanda/França)

Lemale Et Ha'Chalal, de Rama Burshtein (Israel)

E stato il figlio, de Daniele Cipri (Itália/França)

Un giorno speciale, de Francesca Comencini (Itália)

Passion, de Brian de Palma (França/Alemanha)

Superstar, de Xavier Giannoli (França/Bélgica)

Pieta, de Kim Ki-duk (Corea do Sul)

Outrage Beyond, de Takeshi Kitano (Japão)

Spring Breakers, de Harmony Korine (EUA)

To the Wonder, de Terrence Malick (EUA)

Sinapupunan, de Brillante Mendoza (Filipinas)

Linhas de Wellington, de Valeria Sarmiento (França/Portugal)

Paradies: Glaube, de Ulrich Seidl (Áustria/França/Alemanha)

Izmena, de Kirill Serebrennikov (Rússia)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.