Festival de Toronto começa hoje com 3 filmes brasileiros

'Lope', coprodução Brasil-Espanha do diretor Andrucha Waddington, está entre eles

EFE,

09 de setembro de 2010 | 19h42

O Festival Internacional de Cinema de Toronto (Tiff,na sigla em inglês) inicia hoje com a estreia de "Score: A Hockey Musical", uma comédia sobre o esporte nacional canadense, o hóquei sobre gelo.

 

Para ser um festival com grande vocação internacional, os organizadores do certame sempre gostam de abrir a mostra com um filme canadense, seja de reconhecidos diretores locais como Atom Egoyan, David Cronenberg e Deepa Mehta.

 

Este ano é a vez de Michael McGowan e seu incomum "Score: A Hockey Musical" que combina o esporte, o musical e a aparição de rostos conhecidos como Olivia Newton-John e Nelly Furtado para celebrar o que é ser canadense.

 

Três filmes levarão o nome do Brasil ao evento. "Lope", coprodução Brasil-Espanha do diretor Andrucha Waddington; "Rio Sex Comedy", coprodução com a França do diretor Jonathan Nossiter; e "O Estranho Caso de Angélica", coprodução com Portugal, Espanha e França, do cineasta Manoel de Oliveira.

 

Cameron Bailey, codiretor do Tiff, destacou em entrevista à Agência Efe como Toronto se transformou em um dos principais trampolins do mundo do cinema.

 

"Toronto é o principal festival de cinema orientado ao público. Somos como Cannes, Veneza e Berlim, mas a maior diferença é que somos um festival para as audiências. Estamos completamente abertos ao público", explicou Bailey.

 

Neste ano, a 35ª edição do Festival Internacional de Cinema de Toronto exibirá até 19 de setembro 339 filmes de 59 países.

 

E o que é mais importante ao Tiff, mais de 100 são estreias mundiais, o que fala do poder de atração do festival em círculos internacionais.

Tudo o que sabemos sobre:
Festival de Toronto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.