Festival de Roma cancela eventos após colisão de trens

A direção do Festival Internacional de Cinema de Roma decidiu suspender todas as manifestações ou eventos que não sejam a projeção e a conferência de imprensa dos filmes, que serão precedidos por um minuto de silêncio em sinal de participação com a dor da cidade pela tragédia da colisão de trens no metrô de Roma ocorrida hoje pela manhã. O anúncio foi feito em um comunicado oficial da organização, instantes após a confirmação da tragédia. "A notícia do acidente em Roma foi como um raio neste momento feliz, nesta festa popular criativa e cheia de eventos extraordinários. Decidimos abolir por hoje tudo o que não for apresentação dos filmes, nada de tapetes vermelhos ou eventos culturais. Cancelamos também a festa de encerramento que deveria ocorrer sábado na Cinecittà", declarou o presidente do Festival, Goffredo Bettina, em uma entrevista coletiva improvisada. Na primeira atividade do dia, a conferência de imprensa do filme "Le Concile de Pierre", a protagonista Monica Bellucci se mostrou desconfortável diante do acidente que envolveu a cidade. "Nos sentimos um pouco estúpidos em falar de cinema agora, mas respeitamos nosso trabalho e seguiremos com a entrevista coletiva, ainda que nosso ânimo não seja dos melhores", afirmou a atriz italiana no início da sua apresentação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.