Festival de Locarno muda diretoria

O Festival Internacional de Cinema de Locarno, na Suíça, tem uma crítica de cinema no lugar de Marco Muller, o diretor demissionário. Trata-se de Irene Bignardi, italiana, crítica do jornal La Republica, que já participou de diversos júris de festivais internacionais. Além de inovar, colocando uma mulher na direção do festival cotado como quarto em importância no ranking mundial, o também novo presidente do Festival, Marco Solari, nomeou outra italiana - Teresa Cavina, ex-assistente de Marco Muller - como vice-diretora do Festival. Marco Muller apresentou sua demissão no encerramento do Festival deste ano, depois de nove anos em Locarno, para se dedicar à produção de filmes. Filho de brasileira, Marco Muller deu, durante sua direção, bastante destaque ao cinema brasileiro. O Festival de Locarno premiou no passado, com Leopardos de ouro, prata e bronze, os principais filmes do cinema novo brasileiro. Ao deixar Locarno, Muller tinha afirmado esperar que seu lugar fosse ocupado por uma personalidade forte e originária de uma região de língua italiana. Pedido atendido.

Agencia Estado,

11 de outubro de 2000 | 21h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.