Festival de Gramado anuncia a lista de candidatos deste ano

Oito brasileiros e cinco latinos concorrem aos Kikitos

Luiz Carlos Merten, O Estado de S. Paulo

02 de julho de 2014 | 19h04

Pelo menos dois longas - os mesmos - integram as seleções brasileiras dos festivais de Gramado e Paulínia, que foram anunciadas ontem. O curador também é o mesmo - Rubens Ewald Filho. Em Gramado, ele divide a curadoria com Marcos Santuária e a argentina Eva Piwowarski. O festival de cinema latino e brasileiro na cidade serrana do Rio Grande do Sul ocorrerá, este ano, entre 8 e 16 de agosto. Será o de número 42 - uma longa história desde que Gramado abrigou seu primeiro festival de cinemas nacional em 1973.

Naquele ano, Toda Nudez Será Castigada, de Arnaldo Jabor, foi o grande vitorioso do evento. Quem será, ou quem serão os vencedores dos Kikitos de 2014? Você já pode começar a fazer suas apostas. A lista anunciada ontem contempla oito longas brasileiros e cinco latinos. Os filmes brasileiros que estarão também em Paulínia, ainda em julho, serão - Infância, de Domingos de Oliveira; e Sinfonia da Necrópole, de Juliana Rojas. Os demais concorrentes nacionais são A Despedida, de Marcelo Galvão; A Estrada 47, de Vicente Ferraz; A Luneta do Tempo, de Alceu Valença; Esse Viver Ninguém Me Tira, de Caco Ciocler; O Segredo dos Diamantes, de Helvécio Ratton; e Os Senhores da Guerra, de Tabajara Ruas.

São sete ficções, sendo uma aventura infantojuvenil (o filme do mineiro Helvécio Ratton) e um documentário (o longa de estreia do ator Caco Ciocler). Os cinco latinos são - dois da Argentina (Algunos Dias sin Música, de Matías Rojo, e El Critico, de Hernán Guerschny); um do Uruguai (El Lugar del Hijo, de Manuel Nieto); outro da Venezuela (Esclavo de Dios, de Joel Novoa); e o restante do Chile (Las Analfabetas, de Moises Sepulveda).

No release distribuído à imprensa, o anúncio é de que Gramado inicia nova fase com a entrada da Gramadotur, que assume a realização do festival. Embutida está a informação de que a nova era busca ‘total transparência de produção’, o que significa acabar de vez com as denúncias de irregularidades administrativas em edições anteriores. Para as seções competitivas e a Mostra Gaúcha - Prêmio Assembleia do Estado inscreveram-se 794 filmes. O recorde é dos curtas, com 412 inscritos.

Veja a lista completa:

Longa-metragem nacional

'A despedida' (2014), de Marcelo Galvão (SP)

'A estrada 47' (2014), de Vicente Ferraz (RJ)

'A luneta do tempo' (2014), de Alceu Valença (RJ)

'Esse viver ninguém me tira' (2014), de Caco Ciocler (DF)

'Infância" (2014), de Domingos Oliveira (RJ)

'O segredo dos diamantes' (2014), de Helvécio Ratton (MG)

'Os senhores da guerra' (2014), de Tabajara Ruas (RS)

'Sinfonia da necrópole' (2014), de Juliana Rojas (SP)

Longa-metragem estrangeiro

'Algunos dias sin musica' (2013), de Matías Rojo (Argentina/Brasil)

'El critico' (2014), de Hernán Guerschuny (Argentina)

'El lugar del hijo' (2013), de Manuel Nieto (Uruguai)

'Esclavo de dios' (2013), de Joel Novoa (Venezuela)

'Las analfabetas' (2013), de Moisés Sepúlveda (Chile)

Curta-metragem nacional

'A pequena vendedora de fósforos' (2014), de Kyoko Yamashita (RS)

'Brasil' (2014), de Aly Muritiba (PR)

'Carranca' (2014), de Wallace Nogueira e Marcelo Matos de Oliveira (BA)

'Carta a uma jovem cineasta' (2014), de Luiz Rosemberg Filho (SC)

'Castillo y el armado' (2014), de Pedro Harres (RS)

'Compêndio' (2014), de Eugênio Puppo e Ricardo Carioba (SP)

'Contínuo' (2013), de Carlos Ebert e Odécio Antônio (PB)

'História natural' (2014), de Júlio Cavani (PE)

'La llamada' (2014), de Gustavo Vinagre (SP)

'Max Uber' (2014), de André Amparo (MG)

'O clube' (2014), de Allan Ribeiro (RJ)

'O coração do príncipe' (2014), de Caio Ryuichi Yossimi (SP)

'O que fica' (2014), de Daniella Saba (SP)

'Se essa lua fosse minha' (2013), de Larissa Lewandowski (RS)

'Sem Título #1: Dance of Leitfossil' (2014), de Carlos Adriano (SP)

Mostra Gaúcha

'A pequena vendedora de fósforos" (2014), de Kyoko Yamashita (Porto Alegre)

'Bacon ou rúcula" (2013), de Laércio Leitzke (Porto Alegre)

'Caçador' (2014), de Rafael Duarte e Taísa Ennes (Canoas)

'Casa de Pompas' (2014), de Bruna Fortes e Gabriel Paixão (Pelotas)

'Castillo y el Armado' (2014), de Pedro Harres (Porto Alegre)

'Descompasso" (2014)' de Rodolfo de Castillos Franco (Porto Alegre)

'Domingo de Marta' (2014), de Gabriela Bervian (Porto Alegre)

'Espelhos' (2014), de Diego Tafarel (Santa Cruz do Sul)

'Gildíssima' (2014), de Alexandre Derlam (Porto Alegre)

'Hotel Farrapos' (2014), de Lisandro Santos (Porto Alegre)

'Linda, uma história horrível' (2013), de Bruno Gularte Barreto (Porto Alegre)

'O encontro' (2013), de Fabrício Silva (Porto Alegre)

'O que ficou para trás' (2014), de Pedro Guindani (Porto Alegre)

'O relâmpago e a febre' (2014), de Gilson Vargas (Porto Alegre)

'Os meninos perdidos' (2013), de Giordano Gio (Porto Alegre)

'Servido com candura' (2013), de Tatiane Andréa Enzweiler (São Leopoldo)

'Sioma - O papel da fotografia' (2014), de Karine Emerich e Eneida Serrano (Porto Alegre)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.