Festival de Curtas abre hoje e enfoca o terror

O Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo abre hoje sua 14.ª edição, no Cinesesc, apenas para convidados, sob o signo do terror. Este gênero cinematográfico foi escolhido como tema do Foco, uma das principais seções do evento, justamente por conta da alta ocorrência da palavra "terror" nos noticiários, nas conversas e no dia-a-dia. "Isso está muito presente na vida das pessoas", explicou Zita Carvalhosa, diretora do festival. "Por isso, não privilegiamos apenas a vertente do cinema, mas filmes que de alguma forma falem sobre a idéia de medo e de susto diante do mundo em que vivemos." Zita escolheu o gaúcho Dennison Ramalho para fazer a curadoria da seção. Muito justo, já que o jovem diretor de cinema orientou sua carreira nessa direção, tendo em currículo dois curtas, Amor Só de Mãe e Nocturnu, ambos curiosamente incluídos na sua própria seleção. Ramalho, que voltou do Festival de Gramado com um Kikito pela música de Amor Só de Mãe, fez uma seleção eclética, contemplando vários subgêneros abarcados pelo terror, do gore ao terrir, com títulos brasileiros e estrangeiros. Presença garantida em qualquer seleção dessa natureza, José Mojica Marins, o Zé do Caixão, comparece com dois filmes, aquele que é considerado o primeiro e também o mais recente de sua carreira. Realizado em Super-8, Reino Sangrento foi dirigido por Marins aos 13 anos. Foi redescoberto recentemente nos arquivos da Cinemateca Brasileira. Rodado em 1986, Fim estava inacabado por falta de verba para finalização, que foi bancada pelo festival. Raridades não faltam na seleção de Ramalho. Frankenstein de Thomas Edison talvez seja a mais antiga versão cinematográfica do clássico romance de Mary Shelley e o primeiro filme de terror americano a ser banido por ser considerado profano. Outra pérola é A História de Fantasmas de Orson Welles, que o diretor Hilton Edwards filmou com o ator na Irlanda, em 1951, durante os intervalos da rodagem de Otelo. Programação - Serão ao todo 382 filmes de 42 países, divididos em seis seções tradicionais, além da citada Foco: Terror - Mostra Internacional, Mostra Latino-Americana, Panorama Brasil, Cinema em Curso, Mix Brasil e os Programas Especiais. Fazem parte desta última as mostras paralelas A Marca do Curta, com filmes da badalada série The Hire, produzida pela BMW Films, um braço da empresa para produtos audiovisuais, que já teve filmes estrelados por Madonna e Mickey Rourkey e dirigidos por John Frankheimer, Ang Lee e Guy Richie, entre outros, será exibida pela primeira vez no Brasil, como informou ontem a coluna Persona do Caderno 2. O evento abre com Refém, dirigido por John Woo, Contagem Regressiva, de Joe Carnahan, e Vencendo o Diabo, co-estrelado por Gary Oldman e pelo cantor James Brown e assinado por Tony Scott, irmão do diretor Ridley Scott.E faz uma homenagem ao cineasta francês Jacques Tati, com Uma Memória em Curtas.14.º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo CCBB. Rua Álvares Penteado, 112CCSP - Sala Lima Barreto. Rua Vergueiro, 1.000CineSesc - Rua Augusta, 2.075Cinusp - Rua do Anfiteatro, 181, Fabo 4, Colméia, Cid. UniversitáriaEspaço Unibanco 4 - Rua Augusta, 1.470Faap - Rua Alagoas, 903MAM - Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n.º, portão 3 do Parque do IbirapueraMIS - Av. Europa, 158Morumbi 4 - Av. Roque Petroni Jr., 1.089Sala Cinemateca - Largo Sen. Raul Cardoso, 207Sesc Vila Mariana - Rua Pelotas, 141

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.