Davi Campana/R2
Davi Campana/R2

Festival de Cinema do Rio lança financiamento coletivo para superar crise

Organização do evento revelou, na semana passada, o risco de cancelamento por falta de recursos e apoio financeiro

Julliana Martins, Especial para o Estado

18 de setembro de 2019 | 09h30

A falta de recursos e de apoio financeiro fez a organização do Festival do Rio, tradicional mostra de cinema brasileiro, lançar um financiamento coletivo para viabilizar a realização da 20ª edição do evento. Com a frase "Seja parte do Festival do Rio", a organização apela às pessoas para que façam contribuições, que podem variar de R$ 20, R$ 50 e R$ 80 para pessoas físicas a R$50 mil para parcerias institucionais. A ação foi cadastrada na plataforma Benfeitoria e compartilhada nas redes sociais do festival.

A campanha de arrecadação tem três metas: a primeira pretende arrecadar R$ 500 mil, o que possibilitaria 50 filmes estrangeiros convidados e a exibição em 5 cinemas. No segundo momento, a meta vai chegar a R$ 800 mil, acrescentando à relação anterior uma Première Brasil com 30 filmes em competição e ampliando a exibição para 10 cinemas. A meta final, de R$ 1.2 milhão, inclui ainda um setor de encontros profissionais - Rio Market - e a Mostra Geração, que atende crianças, jovens e escolas.

Previsto para acontecer entre os dias 7 e 17 de novembro, a organização revelou, na semana passada, que o Festival vivia uma "possibilidade real de cancelamento" e estava buscando apoio de diversas empresas e parceiros para garantir que o evento ocorresse, ainda que em um formato mais compacto.

Conforme noticiado anteriormente pelo Estado, o orçamento se tornou um problema para a organização do evento em fevereiro deste ano, quando Petrobrás optou por suspender o patrocínio de onze projetos culturais - dentre eles, estava o Festival do Rio. Em julho, a direção do festival já fazia apelos para atrair novos patrocinadores e evitar um possível adiamento.

Assista ao vídeo da campanha:

Tudo o que sabemos sobre:
Festival do Rio [cinema]cinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.