Festival de Cinema de Toronto deslancha temporada do Oscar

O festival de cinema de Toronto dará opontapé inicial extra-oficial na temporada do Oscar estasemana, com distribuidores ansiosos para ver possíveiscandidatos a prêmios e, quem sabe, trazer à tona o sucessoinesperado deste ano. A 33a edição do festival será inaugurada na quinta-feiracom a sessão de gala de "Passchendaele", do diretor canadensePaul Gross, sobre a catastrófica batalha de mesmo nome na 1aGuerra Mundial. Muitos dos 249 longas-metragens a serem mostrados já foramexibidos anteriormente este ano em festivais como Cannes eVeneza, mas Toronto é visto como plataforma de lançamento paraas estréias norte-americanas e para filmes que vãocandidatar-se ao Oscar. Este ano o festival vai exibir 312 longas e curtas de 64países ao longo de dez dias. É uma programação um pouco menorque a do ano passado, mas com sabor internacional--especialmente sul-americano-- mais pronunciado. Frequentemente descrito como "festival do povo" devido àrelativa facilidade do público em conseguir ingressos, Torontonão tem mostra competitiva formal, mas confere o prêmio"Escolha Popular", com base nos votos do público. Entre os 116 filmes que farão sua estréia mundial estarão"Miracle at St. Anna", de Spike Lee, sobre um grupo de soldadosafro-americanos na Itália na 2a Guerra Mundial, e "The LuckyOnes", estrelado por Tim Robbins, sobre um grupo de veteranosque retornam da guerra do Iraque. Mas os distribuidores também estarão atentos para apossibilidade de fechar contratos com filmes desconhecidos quetenham o potencial de fazer sucesso, como "Juno", que no anopassado surgiu em Toronto e acabou recebendo o Oscar de melhorroteiro original, além de ser indicado em três outrascategorias. MENOS CANDIDATOS AO OSCAR? Ainda é cedo para ter uma idéia boa da qualidade dos filmesdeste ano, mas o crítico de cinema Pete Hammond disse que háalguns potenciais candidatos fortes a Oscar que serão lançadosmais tarde este ano e não serão vistos em Toronto. Outras estréias que chamarão a atenção em Toronto incluem odocumentário "Religulous", um olhar satírico sobre a religiãoorganizada e criada pelo humorista Ball Maher e o produtor de"Seinfeld", Larry Charles, além de "The Secret Life of Bees",com Dakota Fanning e Queen Latifah numa adaptação dobest-seller "A Vida Secreta das Abelhas", de Sue Monk Kidd. Entre os filmes ansiosamente aguardados que já foramexibidos em outros festivais estão "Che", uma cinebiografia de4,5 horas de duração do revolucionário Ernesto Che Guevara,dirigida por Steven Soderbergh, e a sátira de espionagem"Queime Depois de Ler", dos irmãos Joel e Ethan Coen, estreladapor Brad Pitt e George Clooney. Brad Pitt estará entre as centenas de astros e celebridadesque vão comparecer à maior cidade do Canadá antes do final dofestival, em 13 de setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.