Festival de Cinema de Cartagena premia filmes brasileiros

'O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias', de Cao Hamburger, ganha prêmio da crítica especializada

Da Redação,

08 de março de 2011 | 17h35

O Festival de Cinema de Cartagena, realizado na cidade histórica de Cartagena de Índias, no Caribe Colombiano, premiou em sua 48.ª edição dois filmes brasileiros, O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias e Proibido Proibir. Os nomes dos ganhadores foram divulgados nesta terça-feira, 11, e os principais prêmios ficaram com XXY, uma produção argentina de Lucía Puenzo, eleito o melhor filme ibero-americano. Já a melhor produção colombiana, premiada com o Índia Catalina de Ouro, foi Satanás, de Andi Baiz.   O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias, de Cao Hamburger, ganhou o prêmio da crítica especializada e Caio Blat ganhou o prêmio de melhor ator por Proibido Proibir, de Jorge Duran.   O festival entre 29 de fevereiro e 7 de março. Ao todo, foram apresentadas cerca de 140 produções audiovisuais, entre obras colombianas e internacionais. A França foi o país escolhido para ser o convidado de honra desta edição e os destaques ficaram por conta da exibição de seis filmes de novos cineastas franceses e uma retrospectiva de Françoise Truffaut.   Criado por um grupo de empresários da cidade colombiana, o festival ganhou reconhecimento nos anos 70, quando passou a exibir obras de países latino-americanos e caribenhos. Desde então, a mostra promove a diversidade cultural em sua programação.

Tudo o que sabemos sobre:
Festival de Cine de Cartagena

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.