Festival de Cannes premia estudantes no Cinefundación

Primeiro lugar foi para 'Skunk', de Annie Silverstein, da Universidade do Texas

EFE

22 de maio de 2014 | 14h43

O Festival de Cannes premiou nesta quarta, 22, os novos talentos do cinema ao reconhecer os trabalhos de estudantes dos Estados Unidos, de Singapura, da Itália e do Reino Unico na Cinefundación.

O júri, presidido pelo cineasta iraniano Abbas Kiarostami, anunciou hoje o prêmio para Skunk, de Annie Silverstein, da Universidade do Texas. Além do prêmio de 15.000 euros, Silverstein terá o direito de apresentar seu primeiro longa dentro do Festival.

Oh Lucy!, de Atsuko Hirayanagi, estudante da NYU Tisch School of the Arts Asia, de Singapura, levou o segundo prêmio, no valor de 11.250 euros.

O terceiro lugar ficou com Lievito Madre, dirigido por Fulvio Risuleo, do Centro Sperimentale di Cinematografia, da Itália, e para The Bigger Picture", de Daisy Jacobs, do National Film and Televison School (Reino Unido).

Nesta edição da Cinefundación, participaram 16 curtas realizados por estudantes que foram selecionados entre 1.631 candidatos de 457 escolas de todo o mundo.

Tudo o que sabemos sobre:
Festival de Cannes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.