EFE/EPA/IAN LANGSDON
EFE/EPA/IAN LANGSDON

Festival de Cannes celebrará edição simbólica em outubro

Minifestival, que ocorrerá entre os dias 27 e 29 de outubro, terá exibição de quatro filmes de sua Seleção Oficial e será aberto ao público

Agências, AFP

28 de setembro de 2020 | 18h08

PARIS, FRANÇA - O Festival de Cannes, que não pôde acontecer em maio por conta da crise de saúde, vai realizar uma pequena edição "fora do comum" no final de outubro, com a exibição de quatro filmes de sua Seleção Oficial. 



Este minifestival terá início no Palais des Festivals, onde tradicionalmente acontecem as galas e exibições do festival, com o filme francês Un triomphe, de Emmanuel Courcol, na presença da equipe, e terminará com outro filme de gala, Les Deux Alfred, de Bruno Podalydès. 

Asa Ga Kuru, da japonesa Naomi Kawase, e o filme georgiano de Dea Kulumbegashvili, Beginning, que acaba de triunfar no Festival de Cinema de San Sebastián (Espanha), também serão exibidos nesta edição , aberto ao público, entre os dias 27 e 29 de outubro, comunicaram os organizadores em nota. 

"Um júri, cuja composição será revelada em breve, entregará a Palma de Ouro do curta-metragem e os prêmios da Cinéfondation", especializados em novos talentos, acrescentaram. 

"Estar em Cannes é um concentrado de felicidade, que todos desfrutaremos juntos em outubro!", declarou o delegado-geral do festival, Thierry Frémaux. 

Não podendo comemorar como todos os anos, o festival, a mostra de cinema mais importante do mundo, teve de se resignar a publicar uma lista de 56 filmes que figuraram na Seleção Oficial de 2020. 

Muitos desses títulos poderiam ser apresentados em outros festivais, como o Festival de Cinema de Veneza ou San Sebastián.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.