Divulgação
Divulgação

Festival de Brasília de 2015 divulga programação

Selecionados para competição incluem novos longas de Claudio Assis e Cristiano Burlan

Juliana Domingos de Lima, Especial para O Estado de S. Paulo

26 de agosto de 2015 | 20h30

Atualizada às 17h45

Realizada entre 15 e 22 de setembro, a 48ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro já tem disponível em seu site a seleção de filmes deste ano com as respectivas datas de exibição. 

A mostra competitiva de 2015 apresenta cinco longas de ficção e o documentário Santoro - Um Homem e Sua Música, sobre o maestro, músico e compositor Claudio Santoro, considerado um dos mais importantes músicos eruditos do Brasil. Entre os outros cinco candidatos à premiação, estão Para Minha Amada Morta, do diretor baiano Aly Muritiba, cujo roteiro (também do diretor) foi ganhador do prêmio Global Filmmaking no Festival Sundance de 2013; Big Jato, do pernambucano Claudio Assis, que levou o prêmio de melhor filme e prêmio dos críticos  de edições precedentes por Amarelo Manga (2003) e Baixio das Bestas (2006) e Fome, de Cristiano Burlan, diretor do documentário Mataram Meu Irmão.

No dia 15, a abertura celebra o cineasta Vladimir Carvalho com a exibição para convidados de Um Filme de Cinema, longa-metragem fora da competição. Em 1962, o documentarista foi assistente de produção de Eduardo Coutinho na ‘primeira fase’ de Cabra Marcado Para Morrer e premiado no Festival de Paulínia em 2011 por seu Rock Brasilia: Era de Ouro.  

Além da exibição dos filmes que disputam os prêmios do festival deste ano, a programação possui outras frentes, com mostras paralelas e atividades de formação. Serão promovidos debates com as equipes dos filmes da competição, oficinas e seminários abertos ao público. As exibições paralelas estão distribuídas nas mostras Panorama Brasil, Continente Compartilhado, Mostra Brasília – Troféu Câmara Legislativa do DF e incluem ainda uma programação infantil, a cargo do Festivalzinho, mostra de curtas em parceria com a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis.

Em 2014, o principal prêmio do festival foi para Branco Sai, Preto Fica, de Adirley Queirós, e os diretores dos longas decidiram dividir o prêmio, no valor de R$ 250 mil, entre todos os concorrentes. 

48º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

De 15 a 22 de setembro

http://festbrasilia.com.br/

INGRESSOS

Cine Brasília - mostras competitivas (6 e 12 reais)

Cine Cultura Liberty Mall (6 e 12 reais)

entrada franca, mediante retirada de ingresso:

Cine Brasília - Mostra Brasília Troféu Câmara Legislativa do DF

entrada franca: Teatro Newton Rossi (Sesc Ceilândia), Teatro Paulo Autran (Sesc Taguatinga), Teatro Paulo Gracindo (Sesc Gama)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.