Festival de Berlim indica vencedores neste sábado

Faz parte das idiossincrasias de Berlim. O 57.º festival realiza neste sábado à noite (19 horas locais, 16 horas no Brasil) a cerimônia de premiação, mas seu final ocorre somente neste domingo. Berlim prossegue mais um dia com programas especiais e a reprise dos vencedores. Há boa expectativa em relação a um prêmio para O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias, de Cao Hamburger, o único brasileiro da competição. Num texto entusiasmado sobre possíveis vencedores, a revista Hollywood Repórter aponta o garoto Michel Joelsas como candidato adequado para o prêmio de melhor ator.O diretor Gregory Nava e Jennifer Lopez trouxeram o que talvez tenha sido o pior filme da Berlinale. Bordertown passa-se na fronteira do México com os EUA, em Juarez, onde trabalhadoras de fábricas que os EUA instalaram na região são misteriosamente assassinadas. O filme inspira-se numa história real e Jennifer trouxe a mãe de uma garota assassinada, que veio pedir justiça. Sua dor inspirou respeito que o filme não merece. Sônia Braga faz papel importante, mas, depois de tantas plásticas,não lhe resta muita expressão facial - não é observação do repórter; foi o que ele ouviu de jornalistas mexicanos e portugueses. Um grande filme que o júri presidido por Paul Schrader errará, se esquecer, é o francês Ne Touchez Pas la Hache, de Jacques Rivette. Adaptado de A Duquesa de Langeais, de Balzac, está maravilhoso com Jeanne Balibar e Guillaume Depardieu que vivem a duquesa e o general Montriveau.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.