Festival de Berlim está entre os três maiores da Europa

Evento, conhecido como Berlinale, exibe mais de 400 filmes e é considerado o mais político dos festivais

08 Fevereiro 2016 | 20h20

O Festival de Berlim está entre os três principais eventos de cinema da Europa. Os outros são Cannes - em maio - e Veneza - em setembro. Considerado o mais político dos eventos, a Berlinale tem uma estrutura de grande porte. Reúne mais de 19 mil profissionais de 120 países, incluindo 4 mil jornalistas, e, todos os anos, mais de 400 filmes são exibidos e cerca de 200 mil ingressos, vendidos.   Este ano, a 58ª edição traz o cineasta grego radicado na França, Costa-Gavras, como presidente do júri.  O nome de Gavras se encaixa 'perfeitamente' no perfil do evento já que é um diretor consagrado pelos seus filmes políticos, como Missing - O Desaparecido, Z, Estado de Sítio, entre outros.   Inaugurado em 1951, seis anos após o fim da II Guerra Mundial, o modelo do festival foi pensado para se tornar um símbolo da "liberdade" da Alemanha Ocidental e receber cineastas e filmes de diferentes países. Naquele ano, o evento abriu com Rebecca, filme de Alfred Hitchcock. O símbolo do prêmio é um urso: Urso de Ouro, Urso de Prata e Urso de Bronze.   Veja Também:   Prêmio é vitória para diretores brasileiros, diz Padilha Urso de Ouro é visto como desforra após críticas Além de 'Tropa', mais três brasileiros levam prêmios em Berlim Opine: Você acha que 'Tropa de Elite' mereceu ganhar? Confira os vencedores do 58º Festival de Berlim  José Padilha fala à TV Estadão sobre ‘Tropa de Elite'  Trailer do filme Tropa de Elite 'Tropa de Elite', um fenômeno do cinema nacional 'Tropa de Elite' bomba na internet até depois de lançado Produtora estrangeira quer Tropa de Elite como minissérie

Mais conteúdo sobre:
Festival de Berlim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.