Juan Guerra/AE - 09/10/08
Juan Guerra/AE - 09/10/08

Festival de Berlim dedicará retrospectiva a Bergman

Participarão do evento alemão algumas de suas intérpretes favoritas como Liv Ullmann, Harriet Andersson e Gunnel Lindblom

Efe

12 de janeiro de 2011 | 16h53

O Festival de Berlim, que começará no próximo dia 10 de fevereiro, dedicará sua retrospectiva este ano ao diretor sueco Ingmar Bergman e terá entre os convidados do festival uma de suas musas, a atriz norueguesa Liv Ullman.

 

O festival exibirá a ampla produção de Bergman e dedicará espaços de debate a sua filmografia e personalidade, onde participarão algumas de suas intérpretes favoritas, como Ullmann, Harriet Andersson e Gunnel Lindblom, anunciaram nesta quarta-feira, 12, fontes envolvidas no evento.

 

De Bergman (1918-2007), serão projetados na retrospectiva alguns de seus filmes mais famosos como Morangos Silvestres, Cenas de um Casamento e Saraband, e será documentado também seu trabalho como diretor e roteirista.

 

O Festival de Cinema de Berlim começará no 10 dia de fevereiro com Bravura Indômita, dos premiados pelo Oscar Joel e Ethan Coen, uma reedição do mítico longa protagonizado em 1969 por John Wayne.

 

O filme dos Coen será exibido fora do concurso, da mesma forma que vários dos filmes até agora conhecidos, entre eles o documentário em 3D Pina, sobre a coreógrafa morta Pina Bausch, dirigido pelo alemão Wim Wenders.

 

Também será visto, fora da competição, Coriolanus, a estreia como diretor do ator Ralph Fiennes, interpretada por Gerard Butler, Vanessa Redgrave e Brian Cox, além do próprio diretor.

 

Até agora foram anunciados oito filmes para a sessão oficial, entre eles o norte-americano Yelling to the sky, de Victoria Mahoney, o alemão Wer wenn nicht wir (If not us, who?), o germano-americano The Future e o turco-germano-holandês Bizim Büyuk Çaresizligimiz (Our grand despair).

 

O festival homenageará o ator alemão Armin Mueller-Stahl, que receberá um Urso de Ouro de honra por seus 80 anos.

 

O Festival de Berlim termina em 20 de fevereiro e seu júri será presidido pela atriz e diretora italiana Isabella Rossellini.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.