Festa do Oscar 2010 deve ser a mais animada dos últimos anos

A Academia investe no glamour e no humor para atrair público, depois de ver a audiência despencar em 2009

Teresa Ribeiro, do estadao.com.br, com agências internacionais,

07 de março de 2010 | 12h14

Foto: Amy Sancetta/AP

 

SÃO PAULO - A cerimônia do Oscar no Kodak Theatre de Los Angeles tem tudo para ser a mais glamourosa e animada dos últimos anos. Você poderá acompanhar aqui ou pelo canal por assinatura TNT, às 22h, e pela Globo após o Big Brother. Uma das grandes novidades será o palco dinâmico premitindo que as pessoas se movimentem de um lado a outro rapidamente, e criando no público a sensação de que as elas estão saindo de dentro dos filmes. "Por isso contaremos com três cilindros equipados com uma tela LED na qual serão vistas imagens de filmes. Por trás delas aparecerão os apresentadores", explicou o arquiteto David Rockwell que cuida da estrutura da cerimônia pela segunda vez.

 

Veja também:

especial Os indicados ao Oscar 2010

especial Os 81 melhores filmes da história do Oscar

 

As cores escuras da decoração do ano passado vão dar lugar ao branco e a um jogo de espelhos para criar luminosidade e profunidade, além de uma cortina de cristais Swarovski com 18 metros de altura por 30 de larguna na parte superior da decoração.

 

Além claro da principal novidade do ano: em vez de cinco, dez filmes disputam a cobiçada estatuera na principal categoria do maior prêmio de cinema do mundo, concedido pela Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood presidida por Tom Sherak.

 

O número de apresentadores/humoristas que comandam a festa também dobrou. Este ano, o veterano Steve Martin e o estreante Alec Baldwin terão como missão elevar a audiência do show, que no ano passado - um ano de crise - teve a terceira pior da história e custou caro à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood: US$ 31 milhões divididos com poucos anunciantes.

 

Pode ser que os dois façam uma brincadeira com Meryl Streep, também por dois motivos: ela chega à sua 16.ª indicação ao prêmio, um recorde absoluto, e dividiu a cena com os dois no filme que entrou em cartaz no Brasil na semana passada, "Simplesmente Complicado", cuja personagem vira amante do ex-marido (Alec Baldwin) enquanto é casada com outro (Steve Martin). Martin apresentou as cerimônias de 2001 e 2003 e Baldwin vive seu grande momento com a série "30 Rock" que lhe rendeu dois prêmios Emmy consecutivos, em 2008 e 2009.

 

Parece que tudo é multiplicado por dois nesta 82.ª edição. "Avatar" e "Guerra ao Terror" são os favoritos, com nove indicações cada e dirigidos respectivamente pelo ex-casal James Cameron e Kathryn Bigelow.

 

Outros humoristas vão ajudar os apresentadores, Tina Fey, atriz e produtora de "30 Rock" e autora de uma célebre paródia da candidata republicana à Presidência dos EUA Sarah Palin, e Steve Carell, protagonista de "The Office". Ben Stiller e Jason Bateman completam o quadro, que teve uma baixa: Sacha Baron Cohen, que segundo a revista americana Vulture preparava um sketch embaraçoso para o diretor de 'Avatar' James Cameron. A Academia quer recuperar a marca cômica histórica de nomes como Bob Hope, Danny Kaye, Jerry Lewis, Jack Lemmon, Carol Burnett, Chevy Chase.

Mais conteúdo sobre:
Oscar 2010

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.