Femme Totale presta homenagem ao Brasil

Começa hoje e vai até domingo a 8ª edição do Femme Totale, festival de cinema internacional que ocorre a cada dois anos em Dortmund, Alemanha. O tema deste ano será o amor: Beijo de Verdade - Quem Beija Quem, Quando e Por Quê?, e o país homenageado, o Brasil. Para participar do festival, as organizadoras convidaram oito diretoras brasileiras. Elas vão debater, pela primeira vez fora do País, o cinema feito por mulheres no Brasil. Mais de uma centena de fitas de diversos países, épocas e gêneros fazem parte do festival.As mostras Cada um Beija a Seu Tempo, O Primeiro e o Último Beijo, Chegando ao Poder e Como Fingir um Orgasmo reúnem excelente seleção de películas das vanguardas americana e alemã, filmes com as divas italianas da década de 10 e o cinema pornô francês dos anos 20. As produções brasileiras fazem parte da programação especial e serão introduzidas por suas respectivas diretoras. Após cada sessão, haverá conversa com o público.Tizuka Yamasaki, cineasta brasileira que mais realizou longas-metragens, é uma das estrelas do evento. Seu cartão de visitas em Dortmund será Gaijin - Caminhos da Liberdade (1979), seu trabalho de maior sucesso e conta a história dos primeiros imigrantes japoneses no Brasil. Para representar a nova geração de diretoras, as organizadoras convidaram Tata Amaral. Dela serão exibidos o curta Viver a Vida (1991) e o longa Um Céu de Estrelas (1996), um dos mais marcantes da retomada do cinema brasileiro, sobre uma conturbada relação de amor e ódio entre um homem machista e violento e uma mulher decidida a mudar de vida.Leia mais

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.