Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

FBI prende pirata de filmes de divulgação do Oscar

Um homem que supostamente pirateou filmes a partir das cópias de divulgação enviadas aos eleitores do Oscar foi preso na quinta-feira no estado americano de Illinois pelo FBI. Russel Sprague, de 51 anos, tinha centenas de cópias de fimes que podem ser indicados ao Oscar deste ano, como O Último Samurai e In America. É a primeira vez que alguém é preso por piratear filmes a partir das cópias de divulgação do Oscar, disse o FBI. Sprague deverá ser levado à corte hoje para tomar conhecimento formal das acusações, que serão por crimes contra o copyright. As cópias de divulgação que Sprague copiou haviam sido enviadas ao ator Carmine Caridi, um membro veterano da Academia que fez parte de grandes filmes como as duas últimas partes de O Poderoso Chefão. Com 69 anos, Caridi admite ser amigo de Sprague e ter-lhe enviado as cópias em VHS de cerca de 60 filmes. Mas nega que sabia do esquema de pirataria. Ele disse aos investigadores que não recebia dinheiro por isso e que acreditava que Sprague era, apenas, um fã de cinema interessado em ver os filmes. Sprague usava um software de conversão para transformar as cópias em VHS em DVDs, depois do que devolvia as fitas para Caridi. As cópias pirateadas vêm circulando pela internet recentemente. Entre outros, há cópias de filmes como Something?s Gotta Give e Big Fish. Caridi não foi acusado até agora por cumplicidade com o esquema. Mas novas prisões não foram descartadas pelo FBI.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.