AP
AP

FBI desiste de investigação contra ator Brad Pitt

Astro teria agredido seu filho Maddox, de 15 anos,durante um voo

Ansa Flash

23 de novembro de 2016 | 10h04

O FBI anunciou nesta quarta, 23, que não fará nenhuma acusação contra o ator Brad Pitt pelo episódio de agressão ao seu filho Maddox, de 15 anos, dentro de um avião, o qual teria sido citado pela atriz Angelina Jolie no processo de divórcio do astro. A agência federal informou que avaliou as circunstâncias do caso e que não há elementos para uma investigação.

"Em resposta às acusações dadas depois do voo que levava Brad Pitt e seus filhos, o FBI fez uma revisão das circunstâncias e não continuará investigando", disse o órgão em um comunicado. Há duas semanas, o Departamento de Serviços à Infância e à Família de Los Angeles "absolvera" o ator de 52 anos depois de ouvir depoimentos de Angelia Jolie, seus filhos e outras testemunhas. O casal anunciou o divórcio em setembro deste ano, alegando diferenças irreconciliáveis. A briga no avião com Maddox teria sido um dos motivos da separação. Angelina Jolie e Brad Pitt estavam juntos desde 2004, mas se casaram oficialmente somente em agosto de 2014, no sul da França. Eles têm 3 filhos biolígicos e 3 adotivos. 

 

Mais conteúdo sobre:
Brad PittAngelina Jolie

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.