Fãs se surpreendem com o novo filme da série

Pedro, de 13 anos, que está na 7.ª série da Escola da Vila, tem amesma idade de Harry Potter. Cresceu junto com o personagem. Suaprima Bárbara, de 12 anos, estudante da 6.ª série do ColégioSanta Cruz, e seus amigos Antonio, de 11, que está na 5.ª sérieda Escola da Vila, e Arthur, de 12, na 6.ª série do Colégio VeraCruz, de certa forma, também. A convite da reportagem, oquarteto assistiu, em primeira mão, à exibição de Harry Pottere o Prisioneiro de Azkaban, o terceiro filme da série adaptadados livros de J.K. Rowling. Melhor: eles conferiram a produçãoantes dos colegas e puderam se vangloriar depois. A trupe, que acompanha as aventuras do bruxinho Potterno cinema desde o primeiro episódio, serviu de termômetro paraesse Prisioneiro de Azkaban. Durante a sessão especial,realizada para imprensa e convidados, olhos atentos no telão emuitas risadas davam indícios de qual seria a avaliação finaldos pequenos críticos. Foi o melhor filme dos três, disseram. No quesito ´com quem você mais se identifica´, o heróiHarry Potter perdeu feio, contrariando as expectativas. Para aturma, outros personagens merecem os louros, como o atrapalhadoRon e o assustador professor Severo Snape (interpretado por AlanRickman), eleitos os favoritos por Antonio. Já Bárbara tempredileção por Hermione e o professor Alvo Dumbledore (papel doator Michel Gambon). Ela justifica: Os dois percebem logo o queestá acontecendo e dão uma solução rápida para a situação. Já oSirius Black, do ator Gary Oldman, caiu nas graças de Pedro eArthur. Ele é uma pessoa boa e má ao mesmo tempo; na verdade,não é tão mal assim, porque foi preso injustamente, dizArthur.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.