Divulgação
Divulgação

Fãs, familiares e amigos se despedem de Tony Curtis

O governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, também participou das homenagens ao ator

EFE

04 de outubro de 2010 | 19h57

O ator norte-americano Tony Curtis, que morreu na semana passada aos 85 anos, foi enterrado nesta segunda, 4, em Las Vegas (Nevada, EUA) entre as lágrimas de centenas de fãs e a presença de sua filha Jamie Lee Curtis e do governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger.

 

Veja também:

especialLinha da vida de Tony Curtis

 

Mais de 400 pessoas foram ao funeral, entre celebridades, fãs,familiares e amigos do ator, segundo publicou hoje a revista People. Depois do enterro cerca de 200 pessoas participaram de um ato no hotel e cassino Luxor. Lá havia uma mostra de quadros pintados por Curtis e textos seus, lembrando histórias sobre a vida do ator, enquanto foram exibidos eram exibidos clipes com cenas de seus filmes mais famosos.

 

"Nós", em alusão aos seus filhos, disse emocionada Jamie Lee, "somos sua evidência". Percorremos o caminho que ele seguiu e todos temos algo dele. Eu herdei sua necessidade de chamar a atenção", disse com humor, lendo um texto durante a cerimônia.

 

Schwarzenegger, que dirigiu o astro no filme para a televisão "Christmas in Connecticut" (1992), disse: "Sempre prestava muita atenção em mim, mesmo quando eu não era nada". O governador da Califórnia lembrou quando Curtis, já velho, apareceu nu na revista Vanity Fair. "Quem tem a valentia de tirar a roupa aos 80 anos sentindo como se tivesse 21", comentou.

 

A esposa do ator, Jill Vandenberg, que chorou o tempo todo, disse: "Era um homem único. Era exatamente como a gente pensava que era, encantador, o mesmo homem lindo dos filmes".

 

Curtis foi enterrado de branco, sua cor predileta nos últimos anos, e também com alguns de seus objetos favoritos: um iPhone, umas medalhas, moedas de ouro e as botas de Nicholas, seu filho que morreu de overdose.

Tudo o que sabemos sobre:
Tony Curtis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.