Família de co-piloto se irrita com "O Aviador"

A família do piloto David Grant está enfurecida com o filme O Aviador, de Martin Scorsese, no qual Leonardo DiCaprio vive o magnata Howard Hughes. Acontece que Grant, que morreu há três anos, foi o co-piloto do lendário (e único) vôo inaugural do avião chamado de Spruce Goose (Ganso Enfeitado), em 2 de novembro de 1947, que é retratado no filme. Mas Grant não está no filme, ele foi substituído por um personagem de ficção, o professor Fitz (Ian Holm). "É como se o legado de papai tivesse sido totalmente negado", disse a filha de Grant, Diane. De fato, os livros de história registram a façanha de David Grant, que foi convidado por Hughes para sentar-se a seu lado no vôo histórico porque, além de tudo, fora ele quem desenhara o sistema de controle hidráulico do avião. O patriarca David Grant não recebeu sequer uma menção nos créditos do filme de Scorsese, indicado para 11 Oscars. A Miramax, produtora do filme, não comentou a reclamação. Alguns integrantes da equipe técnica da produção explicaram que o personagem foi mudado por "razões de continuidade" da história. O Spruce Goose (também conhecido como HK-1) foi a máquina que protagonizou o mais famoso - e mais curto - vôo da História da aviação. O avião foi construído por Howard Hughes a partir de uma idéia de Henry Kaiser, que imaginou um aeroplano de 200 toneladas (um delírio, na época) capaz de carregar dezenas de pessoas e material pesado sobre o oceano para apoiar as tropas americanas na Segunda Guerra. O avião teve de ser feito de madeira, devido à falta de alumínio durante a guerra. Quando o avião voou, em Long Beach Harbor, na Califórnia, a guerra já tinha acabado, mas Hughes queria provar sua eficácia. Aquele vôo, no entanto, foi o único. Nunca mais o Spruce Goose levantou vôo. David Grant ainda teve uma carreira de destaque na Hughes Aircraft, a empresa de aviões de Howard Hughes. Ajudou a determinar a causa do fogo a bordo da Apollo 1 e trabalhou no programa lunar Surveyor.

Agencia Estado,

24 de fevereiro de 2005 | 11h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.