Steve Marcus/Reuters - Arquivo
Steve Marcus/Reuters - Arquivo

Família, amigos e celebridades choram a morte de Elizabeth Taylor

A notícia da morte da artiz causou grande impacto em Hollywood

Antonio Martín Guirado, Efe

23 de março de 2011 | 13h59

Família, amigos e celebridades choram a morte da atriz Elizabeth Taylor, nesta quarta-feira. Ela tinha 79 anos e faleceu depois de seis semanas internada com insuficiência cardíaca. Para o mundo, Elizabeth foi um mito. Para seu filho Michael H. Wilding, foi também a melhor mãe do mundo. "Minha mãe foi uma mulher extraordinária que viveu a vida intensamente, com grande paixão, humor e amor", disse o filho, de 58 anos, em comunicado.

Veja também:

 especialImportância e trajetória da atriz

documento De There's One Born Every Minute a Flintstones

documento Os sete casamentos

trailer RADAR: Imagens da atriz em cena

blog ZANIN: Liz Taylor morreu

blog MERTEN: Liz!

blog ARQUIVO: A tragédia dos belos

"Apesar de sua perda ser devastadora para aqueles que gostavam tanto dela, minha mãe sempre nos inspirará por suas contribuições para o mundo", acrescentou. Para o filho Michael H. Wilding, fruto de seu casamento com Michael Wilding, o segundo da atriz após ter se casado com Conrad Hilton, o trabalho de Liz no cinema foi apenas uma parte do legado que deixou.

 

"Sua impressionante filmografia, seu sucesso como mulher empreendedora e seu ativismo incansável e valente na luta contra a aids, tudo isso faz a gente se sentir incrivelmente orgulhoso. Sabemos, simplesmente, que o mundo é um lugar melhor desde que minha mãe viveu nele. Seu legado nunca desaparecerá, seu espírito seguirá conosco e seu amor viverá para sempre em nossos corações", concluiu.

 

A notícia da morte de Liz Taylor causou um grande impacto em Hollywood e as reações das celebridades foram muitas. "Elizabeth foi uma pessoa íntegra em todos os níveis. Bondosa, generosa, valente", disse Jane Fonda em comunicado, que atuou com Liz em O Pássaro Azul (1976).

 

Michael Caine, via Twitter, escreveu: "Muito triste escutar isso da minha preciosa amiga Elizabeth Taylor. Era um ser humano genial". O britânico e a atriz trabalharam no filme "X, Y e Z" (1972).

 

A apresentadora de televisão Barbara Walters disse que tinha estado em contato com Liz nos dias que antecederam a sua morte."Estávamos em contato", disse Walters no programa Good Morning America, do canal ABC. Além disso, explicou que sua amiga tinha comentado que, de todos os longas que filmou ao longo de sua carreira, ela gostaria que o público a lembrasse por Quem Tem Medo de Virginia Woolf? (1966), filme pelo qual ganhou um de seus dois Oscar.

 

O apresentador Larry King disse através de sua conta do Twitter que a morte de Elizabeth Taylor, "uma grande amiga", supõe o adeus a "uma grande estrela".  "Era tão especial... Não verei alguém igual de novo", escreveu o jornalista.

 

A família da atriz pediu que, em vez do envio de flores, sejam realizadas doações econômicas para sua fundação contra a aids.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.