MARVEL /Sony Pictures
MARVEL /Sony Pictures

Explicando as cenas pós-créditos de ‘Homem-Aranha: Sem Volta para Casa’

Atenção: Esta matéria contém spoilers de ‘Homem-Aranha: Sem Volta para Casa’

David Betancourt, The Washington Post

21 de dezembro de 2021 | 10h00

As duas cenas pós-créditos de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa são tão sobrenaturais quanto o próprio filme.

A primeira apresenta um convidado especial que pode (ou não) fazer parte do futuro cinematográfico do Homem-Aranha: Venom, o Protetor Letal (e sim, Venom acha que “Protetor Letal” é um pouco demais e até brinca com isso na cena).

Tom Hardy não esteve na cartela do bingo dos atores que aparecem em Homem-Aranha: Sem Volta para Casa, mas lá está ele como Eddie Brock, sentado no bar e ouvindo do barman uma rápida lição sobre a história dos Vingadores. A aparição faz sentido quando você leva em conta a cena pós-créditos de Venom: Tempo de Carnificina, lançado em outubro, que deu a entender que o Brock de Hardy já está no mundo do Homem-Aranha.



A cena de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa atiça o nosso “sentido-aranha”. Quando Brock e seu simbionte alienígena Venom começam a falar dos Vingadores, sobre os quais acabaram de ouvir, você não pode deixar de imaginar um cenário com esses inimigos clássicos dos quadrinhos lutando num novo filme. Um filme que compensaria os pecados de seu primeiro encontro em Homem-Aranha 3, de 2007, que não foi tão bem recebido quanto os dois primeiros, resultando no reboot da franquia em 2012.

Mas, antes que você possa sonhar acordado com aquele que já foi o vilão Bane perseguindo o Homem-Aranha, sob a supervisão de Kevin Feige, o mago da Marvel Studios, Brock Venom (assim como todos os personagens que-não-estão-no-seu-universo neste filme) desaparecem para o lugar de onde tinham vindo. Mas não antes de deixar um importante easter egg para trás.

Dá para ver uma gotinha preta do traje simbionte caindo depois do desaparecimento e agora ela está presa ao MarvelSonyVerso de Tom Holland.

Será que o Homem-Aranha de Holland está a caminho de ter sua própria saga de roupa preta, como Tobey Maguire teve em Homem-Aranha 3, quando uma gosma alienígena tomou seu traje de Aranha e o deixou louco e depois o trocou pelo Brock interpretado por Topher Grace? Talvez esta seja a chance de trazer para a tela uma versão mais fiel aos quadrinhos do traje preto do Homem-Aranha - uma das mais populares reformulações de roupas da história dos super-heróis -, em vez do traje pintado de preto que apareceu em Homem-Aranha 3.

Quaisquer consequências potenciais dessa cena de Sem Volta para Casa podem depender de quantos filmes o Homem-Aranha do Tom Holland ainda tem nos seus lançadores de teia.

 


A segunda cena pós-créditos tem menos a ver com os vilões do Aranha e mais com a feitiçaria. É basicamente um trailer para o próximo evento do Universo Cinematográfico da Marvel que se conecta aos eventos de Sem Volta para Casa: Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, estrelado por Benedict Cumberbatch e dirigido por Sam Raimi.

Na trilogia Homem-Aranha da Marvel Studios, há sempre um gigante do MCU meio que fazendo papel de babá do Homem-Aranha. Primeiro filme? Homem de Ferro. Segundo filme? Nick Fury. Desta vez foi o Doutor Estranho, que agora precisa consertar um multiverso quebrado que ele não entende, com a ajuda da Wanda Maximoff de Elizabeth Olsen, famosa por WandaVision.

Se há uma coisa que Loki e WandaVision da Disney Plus nos ensinaram é que brincar com a realidade tem consequências.

Quando o Multiverso da Loucura for lançado em maio, ele provavelmente tentará consertar os danos do multiverso que ocorreram em Sem Volta para Casa.


TRADUÇÃO DE RENATO PRELORENTZOU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.