AP
AP

Excesso de velocidade provocou acidente de carro em que morreu o ator Paul Walker

Segundo investigadores da polícia de Los Angeles, veículo não tinha problemas mecânicos e estava a 151 km/h

AP

25 de março de 2014 | 22h42

 Fontes ligadas à policia de Los Angeles afirmaram hoje que a causa do acidente de carro em novembro, no qual morreram o ator Paul Walker, de Velozes e Furiosos, e um amigo foi o excesso de velocidade - e não a existência problemas mecânicos com o veículo.

Segundo investigadores, que falaram sob a condição de anonimato, o carro estava a 151 km/h quando bateu em um poste e pegou fogo. Walker o amigo Roger Rodas, que estava no volante, morreram na hora. 

"O veículo não apresentou nenhuma falha mecânica e os estragos encontrados no carro foram causados na colisão", diz o relatório, que ainda não foi divulgado oficialmente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.