Mario Anzuoni/ Reuters
Mario Anzuoni/ Reuters

Ex-empresário da atriz Gina Lollobrigida vira réu por abuso de incapaz

Andrea Piazzolla é acusado de ter se aproveitado da artista italiana, que está com 93 anos

Redação, Ansa

09 de julho de 2020 | 13h35

Um ex-empresário da atriz italiana Gina Lollobrigida, 93 anos, virou réu nesta quinta-feira, 9, por abuso de incapaz contra a estrela do cinema entre 2013 e 2018.

Segundo a denúncia aceita pelo Tribunal de Roma, Andrea Piazzolla teria se aproveitado do "estado de vulnerabilidade" de Lollobrigida para afastá-la da família e se apossar de seu patrimônio.

O Ministério Público de Roma apontou uma série de operações suspeitas conduzidas por Piazzolla entre 2013 e 2018, quando ele administrava a empresa responsável pelos bens da atriz.

Os advogados Michele e Alessandro Gentiloni Silveri, que defendem a família de Lollobrigida, expressaram "satisfação" pela decisão de tornar o empresário réu.

A atriz, no entanto, continua defendendo Piazzolla e disse recentemente que gostaria que seu filho Milko e seu neto Dimitri, autores da denúncia, reconhecessem seus "erros".

Lollobrigida atuou em mais de 60 filmes na carreira, como Salomão e a Rainha de Sabá (1959) e Hotel Paradiso (1966), e é uma das maiores divas do cinema italiano. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Gina Lollobrigidacinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.