Mario Anzuoni/Reuters
Mario Anzuoni/Reuters

Evangeline Lilly está nas telonas em 'Homem-Formiga'

Atriz foi de revelação de 'Lost' a estrela do cinema

Rick Bentley - TNS, O Estado de S. Paulo

28 Julho 2015 | 20h04

LOS ANGELES  - Quando os últimos e enigmáticos episódios da série Lost, da rede ABC, eram gravados em 2010, Evangeline Lilly deixou claro que estava disposta a fazer uma pausa. A série havia sido um desafio mental, emocional e físico para ela, e estava pronta para abandonar a profissão. Uma decisão que durou alguns anos, quando então a atriz canadense aceitou o papel de Tauriel em dois filmes do Hobbit: A Desolação de Smaug e a Batalha dos Cinco Exércitos

Depois destas longas filmagens, incrivelmente longas, ela se lançou num outro projeto, um filme de grande orçamento e repleto de efeitos especiais, Homem-Formiga. Ela interpreta Hope van Dyne, filha do Homem-Formiga original (Michael Douglas) e uma relutante apaixonada do novo (Paul Rudd). Lilly graceja, dizendo que o fato de ter trabalhado em três filmes com tantos seguidores significa que agora ela tem de parar de atuar porque não vai ser fácil encontrar um próximo papel. “É uma coincidência interessante”, disse ela, enquanto abre uma barra de chocolate.

A atriz necessita de um pouco de energia pois passou o dia falando das suas incursões no mundo dos filmes baseados em histórias em quadrinhos e ter de lidar com a gravidez. “Jamais teria previsto tudo isto. Nunca imaginei. Considero-me uma pessoa de sorte ao receber uma chamada como esta em casa, quando estava concentrada na minha família e meus escritos.” Sua primeiro produção depois do fim de Lost foi seu filho, em 2011. Ao mesmo tempo, ela trabalhou num livro infantil, The Squickwonkers, lançado em 2013 na San Diego Comic-Con.

Não foi a chance de aparecer em filmes com potencial de grande sucesso que convenceu Lilly a voltar a encarar as câmeras. Ela sempre foi fã de histórias fantásticas e J.R.R. Tolkien e a Marvel Comics lhe ofereceram uma grande personagem para interpretar. “São papéis excelentes para interpretar. O fato é que, quando você analisa as personagens de Lost, O Hobbit e Marvel, pode colocá-las lado a lado e não conseguiria dizer que por trás está o mesmo ser humano. Esta é uma das coisas divertidas de atuar em filmes de fantasia. Você realmente se reinventa.” 

Ela considera seu papel no filme Homem-Formiga uma das personagens mais sombrias e mais ariscas que já interpretou. Existem várias razões para aquela atitude, incluindo a perda de um parente, problemas com o pai e a personagem ter de provar que é tão boa quando qualquer homem no mundo dos negócios. A avaliação de Lilly de que as figuras que interpretou nos três grandes filmes são muito diferentes em termos de atitude e aspecto é correta. Mas as três têm um elo comum: são todas mulheres fortes. A atriz aceitou porque são papéis que ela busca e que refletem o que ela é no mundo real. Ela diz que, se alguém perguntar aos homens que fazem parte da sua vida, eles dirão que é difícil ela voltar atrás em alguma coisa e deixar que outra pessoa resolva uma tarefa ou um problema. “Acho que sou tão capaz quanto qualquer homem. Herdei isto do meu pai. Ele tinha três filhas e nenhum filho e sempre disse que conseguiríamos fazer tudo o que um homem faz e provavelmente até melhor.” Ela se tornou independente ainda jovem e tinha vários empregos, incluindo o de comissária de bordo, mecânica e atriz em filmes de propaganda, para pagar a faculdade. Lilly sorri e acentua que a lista de empregos era extensa, mas, apesar do que diz a internet, nunca foi modelo. Lilly estava totalmente concentrada nos seus estudos de Relações Internacionais e Ciências Políticas quando surgiu a oportunidade de um teste para a série Lost. O papel que mudou sua vida por pouco não se tornou realidade. Problemas com passaporte quase a mantiveram longe do Havaí. Mas o problema foi resolvido e teve início uma carreira repleta de fantasia e filmes de grande orçamento. / TRADUÇÃO DE TEREZINHA MARTINO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.