Eva Mendes diz que atuaria para Almodóvar até como doméstica

Na apresentação do filme 'The Spirit', a atriz confirmou ter conhecimento que a beleza condiciona seus papéis

Efe

08 de dezembro de 2003 | 11h07

A atriz americana de origem cubana Eva Mendes disse querer muito trabalhar com o diretor espanhol Pedro Almodóvar e que, caso ele pedisse, atuaria "até de empregada doméstica". Eva deu o depoimento na noite de terça-feira, 2, na apresentação do filme The Spirit, no qual ela vive uma vilã. A atriz interpreta a explosiva e sedutora ladra de jóias Sand Saref, "casada com 14 maridos diferentes que ela vai matando", no filme de Frank Miller, inspirado na história em quadrinhos criada por Will Eisner em 1940 e protagonizada também por Scarlett Johansson e Paz Vega. Eva acredita que as características de seu personagem são as melhores para "poder sobreviver em Hollywood". "E certamente, ter uma família que te diga de verdade se gostou ou não do que fez", acrescentou. A atriz disse ainda ser consciente que um físico tão espetacular como o seu condiciona seus papéis. "Tudo chegará com o tempo e dentro de 15 anos ninguém quererá ver mais minha bunda" Na entrevista, Eva - que já atuou em filmes como Por um Triz, Ligado em Você e Motoqueiro Fantasma - também falou que está "encantada" com a vitória de Barack Obama e "muito preocupada" com os efeitos que teria na indústria uma greve de atores.

Tudo o que sabemos sobre:
Eva MendesPedro Almodóvar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.