ETs invadem a Terra em "A Guerra dos Mundos"

A noite de 30 de outubro de 1938 foi desesperadora para milhares de americanos. Antes de ser consagrado como um dos maiores cineastas da história do cinema, Orson Welles usou seu programa de rádio na CBS para relatar uma suposta invasão de marcianos. Mais de 30 milhões de ouvintes acompanharam, angustiados, o que era na verdade uma brincadeira baseada no livro A Guerra dos Mundos, de H.G. Wells, publicado em 1898. O livro, que foi adaptado para o cinema em 1953, ganhou uma nova versão, dirigida por Steven Spielberg. A Guerra dos Mundos estréia mundialmente hoje, retomando assuntos já abordados pelo diretor, como a guerra, o extermínio e os seres extraterrestres - como já havia feito em O Resgate do Soldado Ryan, A Lista de Schindler, E.T. e Contatos Imediatos de Terceiro Grau -, com ecos do 11 de setembro. Ray Ferrier (Tom Cruise) é o pai do adolescente Robbie (Justin Chatwin) e da menina Rachel (a excelente Dakota Fanning). Os dois vão passar um final de semana com o pai, um homem desorganizado que terá que cuidar dos filhos quando a invasão começa. Munidos de Tripods, imensas máquinas com três pés, como diz o nome, os alienígenas de procedência desconhecida (em nenhum momento citados no filme como marcianos) arrasam o planeta com raios que vaporizam pessoas e destroçam prédios com facilidade. A situação é um caos completo. Os raios que antecipam a invasão extraterrestre queimam todos os eletrodomésticos, telefones e acabam com os motores dos carros. Ray se vê então numa jornada até Boston com seus filhos para reencontrar a ex-mulher.A Guerra dos Mundos lembra o retorno à barbárie, referência aos atentados de 11 de setembro, quando os americanos estiveram sob ataque, sem saber de onde vinham ou o que pretendiam.Mas Spielberg não se aprofunda em nenhum dos temas que levanta durante o filme. Seu negócio é o cinemão e, compadre de George Lucas, investe em efeitos especiais - A Guerra dos Mundos começa e termina com uma animação feita por computador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.