Ethan Hawke e Julie Delpy se reencontram nas telas

O diretor Richard Linklater e os atores Julie Delpy e Ethan Hawke não gostam de definir Antes do Pôr-do-Sol como uma seqüência de Antes do Amanhecer, de 1995, em que os personagens dos dois se conhecem por acaso em Viena e se apaixonam. O novo filme mostra o reencontro dos dois em Paris, sob uma nova perspectiva e no mesmo intervalo de tempo que a produção demorou a ser realizada, nove anos.Antes do Pôr-do-Sol levou Jesse Wallace, personagem de Hawke, e Celine, papel de Julie, à França. Ele vai a Paris para lançar a versão em francês de seu novo livro, cuja história gira em torno do encontro casual de dois jovens na Áustria, exatamente como aconteceu em Antes do Amanhecer. Ela mora na capital francesa, está praticamente casada e comparece ao evento para rever o amigo. Os dois decidem tomar um café juntos e passear pela cidade antes de se separarem novamente. Seguem-se 80 minutos de diálogos que vão desde trivialidades como piadas sem graça até discussões filosóficas que não precisam necessariamente ser interpretadas. No final de Antes do Amanhecer, Jesse e Celine marcaram um encontro em Paris para dali a um ano. Mas não se encontraram. Quando se reencontram muitos anos depois, levantam a história da promessa feita e não cumprida. A maneira como descobrimos quem foi e quem não foi ao encontro é uma das seqüências mais bem construídas do filme inteiro. É também uma pista para o jogo de sedução que se estabelece entre os dois personagens, culminando com uma cena final que está entre as mais sensuais do cinema - embora nenhum centímetro quadrado de pele tenha sido exibido. Poderia se pensar em uma simples reedição do filme original. Mas há um frescor e uma originalidade nos diálogos e na forma como o encontro é mostrado, que o tornam muito mais inteligente e intrigante do que o primeiro. Há mais interesse no que os dois personagens sentem e têm a dizer um ao outro, embora isso nem sempre seja relevante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.