"E.T." volta às telas para festejar 20 anos

E.T. - O Extraterrestre dificilmente ganhará uma continuação, mas seu criador, o cineasta Steven Spielberg, está trazendo o filme de volta aos cinemas de todo o mundo no próximo ano. O diretor vai comemorar o aniversário de 20 anos do longa que encantou toda uma geração de espectadores e recebeu aplausos de mestres do cinema como Stanley Kubrick, que adorou o enquadramento usado por Spielberg, no qual os adultos da história eram vistos sob a perspectiva das crianças, ou seja, da cintura para baixo."Estamos trazendo o filme com dez minutos a mais", explicou a produtora Kathleen Kennedy, em entrevista ao Estado. Uma das novas cenas mostra o alienígena tomando banho de banheira. Na versão em DVD, a ser lançada no fim de 2002, os testes com a atriz Drew Barrymore e o ator Henry Thomas, este último chorando sentido quando Spielberg disse para ele imaginar que havia perdido seu cãozinho, estarão à disposição dos espectadores, assim como imagens inéditas dos bastidores.Filme mais popular da carreira de Spielberg, E.T. foi produzido em 1982, a partir do roteiro de Melissa Mathison (atual mulher de Harrison Ford). Apesar de indicado para nove Oscars, inclusive os de melhor filme e diretor, E.T. só conquistou quatro estatuetas (todas três técnicas). Era o tempo em que a Academia esnobava Spielberg, que perdeu seu Oscar para Gandhi, de Richard Attenborough.Apesar do sucesso, E.T. só se encontra disponível em vídeo, e em cópias sem melhorias de cor e som, que a nova versão para os cinemas e DVD apresentará. Apesar de estar sendo popularmente comercializado desde 1997, o formato DVD nunca teve Spielberg como grande fã. Por mais de um ano, o cineasta relutou em ter seus títulos lançados nesse sistema digital, temendo pirataria. Em 1998, ele soltou seus primeiros filmes produzidos no formato, entre eles, os fracassos 1941 e Além da Eternidade. Dois anos depois, foi a vez das edições comemorativas de Tubarão e Contatos Imediatos do Terceiro Grau. O lançamento em DVD de A Lista de Schindler, O Império do Sol e da saga de Indiana Jones ainda não está nos planos do diretor. E.T. foi o primeiro filme de Spielberg produzido por Kathleen Kennedy, responsável por outros nove títulos do cineasta, incluindo seu último - A.I. - Inteligência Artificial, recém-lançado nos cinemas americanos. "O segredo de trabalhar com Spielberg é estar sempre na frente dele", explica a produtora. "Apesar dos pesadelos que tinha por ser novata no ramo, minha melhor memória de E.T. era a paciência e o carinho que ele tinha com os garotos do filme, que o veneravam."Segundo Kathleen, Spielberg, mesmo naquela época, foi modesto. "Dividíamos um pequeno escritório numa área não muito boa da cidade", diz Kathleen. "Lembro uma vez que tive de sair no meio do feriado de Ação de Graças, quando tudo está fechado, para comprar caminhões em miniatura para ele. Depois de arrumar aqueles brinquedos um atrás do outro, iria nascer uma das cenas mais eletrizantes de Indiana Jones."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.