"E.T." inaugura a era do remix no cinema

2002 vai ficar conhecido como o ano dodéjà-vu no cinema. Enquanto a Disney canibaliza alguns de seusmaiores clássicos com o lançamento em vídeo de Cinderella 2e Peter Pan 2, Steven Spielberg usa o aniversário de 20 anosde E.T. - O Extraterrestre para faturar um pouco mais com aprodução. O filme vencedor de quatro Oscars e que lançou acarreira de Drew Barrymore volta esta semana aos cinemasamericanos com uma grande campanha promocional - e inaugura aera do remix no cinema. A nova versão de E.T. é uma espécie de remake domesmo filme. Foram 140 cenas modificadas, entre armas apagadas,expressões faciais melhoradas e diálogos alterados em favor dacorreção política. Alguns trechos, como o famoso vôo dabicicleta, que virou atração dos parques temáticos da UniversalStudios, foram completamente refilmados com outros atores - maso mesmo figurino. Spielberg defende-se e diz que nunca teve vontade defazer uma continuação de E.T.. "Mas queria satisfazer operfeccionista que vive dentro de mim e também o público novo eantigo." O diretor passou vários meses trabalhando nos novosdetalhes, incluindo uma nova trilha sonora remixada. Mais impressionante do que o perfeccionismo do diretor,no entanto, é o esquema promocional que foi montado para orelançamento. Além dos obrigatórios anúncios em todo o país eweb site oficial, o filme teve "premires" nas Olímpiadas deInverno, em Salt Lake City, e em Hollywood, com direito aorquestra tocando ao vivo, sob a condução de John Williams, queconcorre a dois Oscars este ano. O filme também está sendo promovido esta semana em umseriado chamado My Wife and Kids (ABC), mas uma das maisousadas formas de propaganda vai envolver até os astronautas daNASA. Um grupo de crianças será levado aos estúdios da Universalda Flórida para fazer uma "ligação telefônica" aosaustronautas que estão atualmente na estação espacial. A transmissão ao vivo de vídeo e áudio vai falar sobreviagens espaciais e vida em outros planetas. O evento vai fazero lançamento de uma nova versão da atração E.T. Adventure,que começa a funcionar esta semana no parque. As novidades devemmanter as crianças distraídas pelo menos até o lançamento do DVD ainda este ano. Também foram promovidas várias reuniões do elenco,incluindo Barrymore, a única a ficar famosa. A atuação da atrizaos 7 anos, por sinal, dá claros sinais do talento que viriaaparecer mais tarde. Henry Thomas, que fez o papel de Elliott,trabalhou em cerca de 20 filmes desde E.T., mas boa partedeles é do tipo que não se colocaria no currículo (Psicose4). Dee Wallace, que fez o papel da mãe, teve trajetóriasimilar (Invisible Mom e Invisible Mom 2 são apenasalgumas das bombas que ela estrelou).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.