Estrelas da música farão filmes em 2002

Mariah Carey e o ´N Sync foram osresponsáveis por dois dos maiores fracassos de bilheteria nastelas este ano, mas ainda assim a música pop investe alto nocinema em 2002. Britney Spears e Eminem são os pop stars queestão nos projetos mais aguardados, mas vários artistas apostamem dramas, comédias e, claro, musicais para mostrar seustalentos e ganharem ainda mais exposição na mídia. Para asempreitadas, eles ganham o apoio de suas gravadoras e de váriosestúdios. Britney, nos rastros de sua ídola Madonna, tenta mesmouma nova frente de trabalho no cinema. Seu projeto inicial chegaàs telas dos Estados Unidos em 15 de fevereiro. Crossroads ésobre três estudantes de uma pequena cidade da Geórgia, que erammelhores amigas na infância, mas agora têm personalidadesdiferentes: uma cheerleader, uma melhor aluna (Britney) e umarebelde. O trio resolve cruzar os Estados Unidos de carro até aCalifórnia. No caminho, elas encontram um músico que vaiparticipar de um festival de novatos, onde uma delas (adivinhe quem)tem seu talento descoberto por acaso. O roteiro é de Shonda Rhimes, mas a história foiconcebida pela própria Britney. A direção é de Tamra Davis, cujoponto alto profissional é ser casada com Mike D, dos BeastieBoys. No elenco, estão Taryn Manning e Zoe Saldana, suas amigasna trama, e Anson Mount, o mocinho. Quem não quer esperar paraconferir sua performance como atriz tem de comprar seu novo CD,Britney, com faixas em formato CD-ROM com algumas cenas dofilme. As imagens acompanham a canção Overprotected eincluem cenas cortadas em que ela tropeça, cai e ri. Outraprévia é quando ela canta I Love Rock ´n´ Roll em um bar dekaraokê. Como Britney, o disco, já tem algumas canções do filme,Britney a própria já avisou que não vai gravar uma trilha sonoraespecial para a produção. Ela ainda não chegou às telas com seu filme de estréia,mas já resolveu apostar mesmo em uma carreira no cinema. Acantora acaba de assinar um contrato com a empresa ICM, daCalifórnia, que vai representá-la em todas as áreas, exceto amúsica. Ao mesmo tempo, criou uma empresa de produção de filmes,ainda sem nome, e contratou o roteirista James V. Hart(Contato) para escrever seu próximo projeto, novamente apartir de uma idéia dela mesma. Não há detalhes sobre aprodução. A cantora teen também vai fazer uma participaçãoespecial, como ela mesma, em Austin Powers in Goldmember, oterceiro filme do agente secreto interpretado por Mike Myers.Beyoncé Knowles, do trio Destiny´s Child, também está no elencoda fita. Há rumores de que o chefão da Miramax, Harvey Weinstein está atrás de Britney para uma ponta em Chicago, um dosprojetos mais importantes do estúdio para o ano que vem. O filme com Renée Zellweger, Catherine Zeta-Jones e Richard Gere, é umaversão para o cinema do musical de Bob Fosse. Enquanto Britney promove cada passo seu em Hollywood, orapper Eminem toma uma atitude low profile em seu projeto deestréia, que tem as melhores chances de vir a ser um hit tantode público quanto de crítica. 8 Mile tem um diretor desucesso e um ótimo elenco de apoio. A produção é de CurtisHanson, responsável pelos filmes Los Angeles, CidadeProibida e Garotos Incríveis. No elenco, estão os novatosMekhi Phifer, Taryn Manning e Brittany Murphy (nova estrela deHollywood), além da veterana Kim Basinger. A idéia do estúdio Universal Pictures é que estes nomesajudem o filme a fugir do estereótipo de produções do tipo econsiga ir além do apelo da "marca" Eminem, apesar de seutema. 8 Mile é baseado livremente na trajetória do própriomúsico. O filme, rodado em Detroit (Michigan), sua terra natal,conta a história de Jimmy, um jovem rapper branco que fazsucesso mundial com músicas polêmicas e letras cheias de raiva eódio. O filme vai ter trilha sonora do próprio Eminem, comlançamento pela gravadora Interscope, do Universal Music Group.Não há data prevista para a estréia da fita e o lançamento doCD. É do hip hop e do Rithym and Blues que sai a maioria dos artistas quetentam a sorte nas telas. Snoop Dogg teve dois filmesrecentemente nas telas, ambos de sucesso médio. Bones é umfilme de terror, enquanto The Wash é uma comédia que tambémtem em seu elenco um nome importante do meio, Dr. Dre. Seuprojeto sério recente foi uma ponta em Training Day,dirigido por Antoine Fuqua e estrelado por Denzel Washington eEthan Hawke. Uma "crossover" de sucesso é o do rapper DMX, queficou famoso com sua participação no filme Rede deCorrupção. Redman e Method Man vão ter sua prova de fogo estemês, na comédia How High. No r&b, a rainha das telas era a cantora Aaliyah, quedepois de vários projetos "B" tinha conseguido um papelimportante em Matrix Reload, o próximo filme da franquia desucesso. Seu projeto mais recente, A Rainha dos Condenados,baseado no livro de Anne Rice, é tão ruim que teria lançamentoapenas em vídeo, mas a publicadade com a morte da cantora em umacidente de avião em agosto, nas Bahamas, fez com que o estúdioWarner Bros. resolvesse estrear o filme na telona em 15 defevereiro. Aaliyah ganhou destaque no filme de ação Romeo DeveMorrer, do ano passado, no qual teve sua atuação elogiada pelacrítica. Mya é o novo nome do r&b a ganhar um papel em um projetoimportante. A cantora, que ficou conhecida em todo o mundo novídeo da canção Lady Marmalade, que fazia parte da trilhasonora do filme Moulin Rouge - Amor em Vermelho, acaba deentrar para o elenco do musical Chicago, que começou a serrodado em novembro. Ela vai fazer o papel de Mona na produção.Outra cantora que está no elenco do musical é Queen Latifah, queestá cada vez mais presente no cinema do que na música. Elatambém atuou recentemente em Vivendo no Limite e OColecionador de Ossos. A rapper Eve vai fazer sua estréia nastelas em Barbershop, uma comédia com um pop star veteranodos cinemas: Ice Cube. As filmagens começam em janeiro. O filmemostra o dia-a-dia de uma barbearia no bairro negro de SouthSide, em Chicago. O que os estúdios querem é conseguir repetir o sucessode O Guarda-Costas, com Whitney Houston, que faturou US$ 122milhões apenas nos Estados Unidos e lançou uma canção pop que éhit até agora. A trilha sonora do filme é uma das mais vendidasda história de Hollywood. Outro ponto positivo da aposta em popstars é que eles têm salários menores do que astros e estrelasde Hollywood (e são tão populares quanto), o que ajuda a reduziros custos de produção. É difícil que um filme do tipo dêprejuízo, até porque os lucros podem ver do mercado de vídeo eda própria música dos artistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.