Estréia <i>O Mundo em Duas Voltas</i>, da família Schürmann

Dez anos se passaram desde a primeiravez que Vilfredo e Heloisa Schürmann decidiram que um dia teriamum veleiro até anunciarem para a família que se lançariam ao marpara uma viagem de dois anos. Esses dois anos viraram dez. E ocasal e os filhos Pierre, David e Wilhelm viraram uma dasfamílias mais conhecidas do Brasil. Suas andanças pelos maresforam vistas por milhões de brasileiros pela tela da TV. Mas as reportagens que realizaram para o Fantástico,da Globo, não era exatamente o que David, o segundo filho docasal, tinha em mente quando contou aos pais que iria realizarum documentário sobre a segunda grande viagem da família. Aomesmo tempo em que preparava o material para a TV, filmava empelícula seu primeiro documentário para cinema. "Foi exatamenteno dia em que o David completou dez anos, em 1984, queescolhemos para começar nossa primeira viagem. E foi o Davidquem resolveu fazer um filme sobre a segunda grande viagem nossa(de 1997 a 2000)", conta Heloísa, mãe orgulhosa e tripulante doAysso.Formoso O nome significa ?formoso?, em tupi-guarani. Formosasforam baías e mares que os Schürmann percorreram nessa jornadaque David registrou e chega nesta sexta, 27, ao cinema com o nome deO Mundo em Duas Voltas. Vamos às voltas. A primeira delas é aque o navegador português Fernão de Magalhães percorreu noséculo 16. Desprezado pela coroa portuguesa, ele apresentou oplano para os espanhóis, que aprovaram e bancaram a viagem quemudou a história e o mapa do mundo. Em uma missão insana, Fernão o primeiro capitão a cruzar o estreito que hoje leva seu nome,morreu antes de completar a jornada, mas seus marujos provaramque era possível chegar às Índias pelo Ocidente. A segunda é ados Schürmann. "Somos fascinados pela figura do Magalhães eresolvemos refazer sua rota tão especial", conta Vilfredo. Aocontrário do navegador, eles completaram a jornada e chegaramsãos e salvos à Bahia em 22 de abril de 2000. David, que deixou o barco na primeira viagem aos 15 anospara estudar cinema na Nova Zelândia (país em que dirigiuprogramas de sucesso na TV), escolheu exatamente o quintal decasa para realizar seu primeiro filme, ou seja, o mundo. E éisso que retrata tão carinhosamente: o universo dos Schürmann,seja ele uma tormenta em alto-mar, a cabine do Aysso, sua irmãKat fascinada pelas geleiras da Terra do Fogo (que morreu em2006 e para quem ele dedica o filme). O Mundo em Duas Voltasprova que longe é um lugar que não existe. O Mundo em Duas Voltas - Uma Aventura da FamíliaSchürmann (Br/2007, 92 min.) - Documentário. Dir. DavidSchürmann. 12 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.