Estréia de "Procurando Nemo" no Brasil bate recorde

Procurando Nemo bateu o recorde de bilheteria de desenhos animados em fins de semana de estréia no Brasil. O filme da parceria Disney/Pixar foi visto por 490 mil pessoas de sexta-feira a domingo. Com essa abertura, a história do resgate do peixe aprisionado num aquário superou Dinossauro, também da Disney, que estreou no Brasil com 468 mil ingressos vendidos. O sucesso de Procurando Nemo no País acompanha as bilheteria alcançadas pelo filme nos Estados Unidos. Lá, o desenho também foi recorde de abertura entre animações, arrecadando US$ 70,6 no primeiro fim de semana. O segundo colocado na lista americana é Monstros SA, que fez US$ 62,5 milhões na estréia. No Brasil, as distribuidoras divulgam somente o número de ingressos vendidos, para evitar distorções na comparação de valores arrecadados. Depois de Dinossauro, a animação que mais gente levou aos cinemas no Brasil em sua estréia foi Tarzan, com 407 mil ingressos. Monstros SA vem em seguida, com 272 mil ingressos no primeiro fim de semana. O quinto da lista é Rei Leão, que vendeu 271 mil ingressos na estréia. Para a Disney, porém, Rei Leão, é um caso à parte no ranking e não deve ser comparado aos demais. Isto porque a produção, o maior sucesso da história recente da Disney, estreou no Brasil em 1994, antes da invasão das salas multiplex.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.