Divulgação
Divulgação

'Estrada para Ythaca' abre projeto da Vitrine Filmes

Produção colaborativa estreia nesta sexta-feira no Espaço Unibanco, em São Paulo

AE, Agência Estado

27 de maio de 2011 | 11h03

Depois da morte de um amigo e de muitas garrafas de cerveja tomadas na mesa de um bar, quatro jovens pegam o carro de um desconhecido e partem para uma cidade desconhecida. Esse é o mote do cearense Estrada para Ythaca, produção colaborativa que estreia hoje no Espaço Unibanco, em São Paulo, graças ao interesse da Vitrine Filmes em levar produções de baixo orçamento, que muitas vezes só são exibidas em festivais, para as salas do circuito comercial.

Batizado de Sessão Vitrine, o projeto começa com dez filmes programados. Cada um deles terá uma sessão diária com horário fixo. Inicialmente, além de São Paulo, outras seis capitais estão abrindo espaço para os longas-metragens, que ficarão em cartaz por uma semana em cada local.

Com referências que vão de Ítaca, do grego Konstantinos Kaváfis, à Odisseia, de Homero, passando pelo cinema de Glauber Rocha, Estrada para Ythaca traz em seu elenco os próprios diretores: os irmão Luiz e Ricardo Pretti e os primos Pedro Diógenes e Guto Parente. A produção consagrada na 13ª edição da Mostra de Tiradentes se desenrola na estrada. Ao longo do percurso, os quatro quase não conversam. Bebem e tenham encontrar um caminho. O mesmo acontece com seu cinema. As informações são do Jornal da Tarde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.