Mariana Vianna/Divulgação
Mariana Vianna/Divulgação

Equipe de 'De Pernas por Ar 2' enfrentou situações embaraçosas em Nova York

Na continuação do sucesso de bilheteria, personagem de Ingrid Guimarães abre uma filial de sex shop na cidade norte-americana

Tonica Chagas, Especial para o 'Estado'

18 de junho de 2012 | 19h03

NOVA YORK - A família no centro da trama em De Pernas Pro Ar 2 está passando uns dias em Nova York. É a cena 76 na continuação da comédia dirigida por Roberto Santucci, com estreia marcada para 28 de dezembro. Alice, João e o filho deles, Paulinho, conversam na entrada do Majestic Theater, onde assistiriam ao musical Phanton of the Opera. Com máquina fotográfica em punho, a loira agarra o ator Bruno Garcia pelo braço e pede: “Posso tirar uma foto com você? Mas eu quero só com você...” Corta! A loira não era Alice, personagem de Ingrid Guimarães e protagonista do filme. Nem estava no roteiro.

Situações embaraçosas e engraçadas, várias delas criadas pela expressiva presença de turistas brasileiros, em especial na região das lojas na 5.ª Avenida e da Times Square, onde estão os grandes teatros, testaram o jogo de cintura do elenco e dos técnicos na gravação das cenas do filme que se passam na cidade, no início do mês.

Quando não eram reconhecidos visualmente, os atores atraíam fãs pelos ouvidos, ao dar suas falas em português. Numa cena em que corre pela rua gritando atrás do personagem do marido, Ingrid improvisou e conseguiu incorporar à situação um grupo de conterrâneos que quis ajudá-la.

“Estou cansada, gripada e rouca, mas feliz”, dizia a atriz após um domingo com 12 horas de trabalho para duas cenas. Os planos e contraplanos de uma delas, a de um encontro inesperado em meio a um congestionamento de trânsito, tomaram mais de quatro horas de filmagens entre intervalos das chuvas de primavera.

Desta vez, outro brasileiro que não era da equipe é que foi chamado para tirar fotos com todo mundo. Em sua primeira visita a Nova York, o ator e diretor Hugo Carvana foi ao set. “Eu nunca estive aqui, mas já estive aqui”, comentou, transmitindo a sensação de estar num cenário conhecido por meio de outros filmes.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.