Épico de Ang Lee deve bater Roberto Benigni

O filme italiano A Vida É Bela, de Roberto Benigni, corre o risco de perder o posto de filme em língua não-inglesa mais bem sucedido de todos os tempos. Além de aparecer como um dos fortes candidatos ao Oscar 2001, O Tigre e o Dragão, de Ang Lee, tem conquistado as bilheterias de todo o mundo.O filme em mandarim, um épico do kung fu, já é a produção estrangeira mais lucrativa de todos os tempos na Grã-Bretanha, onde bateu recentemente o recorde de A Vida É Bela. Nos Estados Unidos, o filme arrecadou até agora US$ 37,8 milhões mas ainda tem muita estrada pela frente. O recorde americano de A Vida É Bela é de US$ 57,5 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.