Entrevistado processa Michael Moore

O documentarista Michael Moore, que venceu o Oscar neste ano por Tiros em Columbine, está sendo processado por James Nichols, irmão do homem que explodiu um prédio na cidade de Oklahoma em 1995. Nichols, que aparece em Tiros em Columbine, afirma que Moore o enganou durante as filmagens do documentário. Além disso, ele acusa o cineasta de ter-lhe difamado. Por cada acusação, Nichols pede indenizações entre US$ 10 milhões e US$ 20 milhões. No filme, Moore o entrevista e conduz a conversa do atentado em Oklahoma ao tema do filme, a obsessão americana por armas de fogo. Nichols admite que tem armas, ele chega a dizer que dorme com uma embaixo de seu travesseiro. No processo, ele diz que Moore o enganou sobre o propósito da entrevista. O irmão de Nichols, Terry, matou mais de 160 pessoas em 1995 com a explosão de um edifício do governo em Oklahoma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.