David McNew/AP
David McNew/AP

Enfermeira encerra processo contra Lindsay

Atriz era acusada de agredir enfermeira de clínica de reabilitação

Estadão.com.br,

30 de março de 2011 | 11h17

Uma vitória para Lindsay (ex-Lohan) acaba de ser anunciada. A atriz havia sido acusada de atacar a enfermeira Dawn Holland da clínica Betty Ford Center - onde estava sendo tratada por abuso de drogas - em dezembro passado, mas o promotor do condado de Riverside, na Califórnia, decidiu não prosseguir com o caso.

 

"Nosso escritório concluiu o caso, e não vamos apresentar acusações por falta de provas", disse o porta-voz da procuradoria, John Hall, à rede de TV norte-americana CNN.

 

Dawn Holland decidiu retirar as acusações depois de o pai de Lindsay, Michael Lohan, ter dito que a enfermeira teve problemas com a atriz "desde o primeiro dia". "Essa senhora tentou fazer tudo o que podia para não permitir que Lindsay fizesse coisas que ela tinha direito", disse Michael.

 

No entanto, os problemas legais da estrela estão longe de acabar. Ela ainda enfrenta uma acusação de furto de um colar de US$ 2.500 de uma joalheria de luxo na Califórnia. A atriz, de 24 anos, rejeitou um acordo judicial, na última quarta-feira, 23, em troca de uma sentença reduzida e agora deve enfrentar outro julgamento. (As informações são do Bang Showbiz)

Tudo o que sabemos sobre:
lindsay lohan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.