"Encantador de Baleias" vence a Mostra BR

O filme neo-zelandês Encantador de Baleias, da diretora Niki Caro, levou o troféu Bandeira Paulista da 27ª Mostra BR de Cinema. A fita foi escolhida a melhor da mostra deste ano pelos seis jurados dentre 12 longas de ficção pré-selecionadas pelo voto do público. Entre os documentários, o Bandeira Paulista foi para La Pasión de María Elena, da mexicana Mercedes Moncada. O melhor diretor, segundo o júri, foi o norueguês Bent Hamer, de Histórias de Cozinha. Nem todos os filmes concorrem ao troféu Bandeira Paulista. Esta premiação é destinada a cineastas que estejam no máximo em seu terceiro filme. Para os outros, já o prêmio da crítica. Os críticos cinematográficos de elegeram os melhores em três categorias: o melhor filme foi Vai e Vem, do veterano português João César Monteiro; o melhor documentário foi A Captura dos Friedmans, do americano Andrew Jarecki; o prêmio de diretor estreante foi para Sofia Coppola, que levou à mostra o seu Encontros e Desencontros. O voto do público ao fim das exibições da 27ª Mostra BR de Cinema também rendeu a menção a vários filmes. Segundo o público, os melhores são: longa brasileiro de ficção, De Passagem; longa estrangeiro de ficção, Geração Roubada; documentário brasileiro, Motoboys ? Vida Louca; documentário estrangeiro, A Alma de um Homem; curta-metragem brasileiro, Cartas da Mãe; curta-metragem estrangeiro, O Último Cliente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.