Embaixada recebe artistas brasileiros na Berlinale

Foi uma iniciativa interessante. A embaixada do Brasil em Berlim reuniu os artistas que participam da Berlinale para um encontro com brasileiros residentes na Alemanha. Estavam presentes Andrucha Waddington, que dirigiu Casa de Areia; Sandra Werneck, diretora do documentário Meninas; e Ana Luisa Azevedo, que ganhou o prêmio do Talent Campus _ a seção da Berlinale que reúne jovens talentos de todo o mundo em seminários e workshops - pelo curta Berlim Ball, sobre meninos de Campina Grande que tentam fazer carreira no futebol alemão. Cada um relatou sua experiência, mas as estrelas da noite foram as duas Fernandas.Fernanda Montenegro disse que, tão importante quanto discutir esses filmes, era discutir o próprio esforço que é fazer cinema no Brasil. Isso levou a um desabafo da outra Fernanda, a Torres. ?O Brasil é um País com problemas muito grandes. Fazer dinheiro é uma coisa cara e há uma expectativa de que a gente faça filmes para denunciar o gueto social. Pelo amor de Deus, eu amo Cidade de Deus, acho o filme do Fernando Meirelles importantíssimo, mas acho legal que um diretor jovem e talentoso como o Andrucha faça um filme como Casa de Areia, que tem uma dimensão metafísica ao discutir os grandes temas do homem.? Fernanda Torres defende que o cinema brasileiro não pode ficar preso ao compromisso de só fazer denúncia social. Levando adiante a idéia, Sandra Werneck destacou a diversidade como a força do cinema brasileiro e Ana Azevedo manifestou sua perplexidade em relação ao jornalista alemão que criticou a diretora de Meninas, acusando-a de romantizar a favela. ?O filme é delicado, mas é muito violento?, ela disse. ?Não perceber isso é querer enquadrar a gente num tipo de cinema. Queremos ser livres. Cada um fazer a arte que lhe interessa.? O público aplaudiu bastante.

Agencia Estado,

15 de fevereiro de 2006 | 20h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.