Paris Filmes
Paris Filmes

Em semana de poucas estreias, a Turma da Mônica está de volta aos cinemas

Segundo filme da franquia traz Mônica, Cascão, Cebolinha e Magali enfrentando dilemas do começo da adolescência; confira outras estreias; veja trailers

Mariane Morisawa, especial para o Estadão

31 de dezembro de 2021 | 05h00

O fim do ano chega tranquilo de lançamentos, com os cinemas ainda dominados por Homem-Aranha: Sem Volta para Casa e Matrix Resurrections. Nesse cenário, um filme nacional tem a missão de levar as famílias às salas: Turma da Mônica: Lições, que, como Turma da Mônica: Laços, é dirigido por Daniel Rezende e baseado nos personagens criados por Mauricio de Sousa.  

Desta vez, Mônica (Giulia Benite), Cebolinha (Kevin Vechiatto), Magali (Laura Rauseo) e Cascão (Gabriel Moreira) ficam entretidos e se esquecem do dever de casa. Por causa disso, fogem da escola. 

Mas a atitude gera consequências: os pais de Mônica (Monica Iozzi e Luiz Pacini) decidem trocá-la de colégio. A dona do Sansão até faz novos amigos, mas sente falta da convivência com sua turminha do coração. Cebolinha decide, então, bolar um plano infalível com a ajuda de Magali e Cascão para trazer a garota do vestidinho vermelho de volta.  O longa-metragem conta com as participações especiais de Malu Mader, Augusto Madeira e Eliana Fonseca, nos papeis de professores, e Isabelle Drummond como Tina. 

Veja outras estreias da semana:

Drama de família

A outra estreia da semana é a produção alemã Lara, de 2019, dirigida por Jan-Ole Gerster. A personagem do título, interpretada por Corinna Harfouch, espera comemorar seu aniversário de 60 anos comparecendo ao concerto de seu filho, o pianista Viktor (Tom Schilling). Mas descobre que não é bem-vinda. 

Três pré-estreias

Se nenhum desses entusiasma, há ainda três pré-estreias:

Roda do Destino, de Ryûsuke Hamaguchi, levou o Grande Prêmio do Júri no Festival de Berlim, em fevereiro, e traz três histórias sobre o acaso protagonizadas por mulheres. Hamaguchi também é diretor do badalado Drive My Car, que ganhou o prêmio de roteiro em Cannes em maio e está cotadíssimo para o Oscar de produção estrangeira. 

O Festival do Amor, de Woody Allen, traz Wallace Shawn no papel de Mort Rifkin, um crítico de cinema que acompanha a mulher, Sue (Gina Gershon), ao Festival de San Sebastián. Lá, desconfia que ela está de caso com o cineasta Philippe (Louis Garrel) e se encanta por uma médica (Elena Anaya), que também enfrenta problemas no casamento.

Sing 2, dirigido por Garth Jennings, traz de volta os personagens da animação de 2016. Desta vez, o empresário Buster Moon (voz de Matthew McConaughey) precisa juntar sua gangue para tentar convencer o roqueiro recluso Clay Calloway (Bono) a participar de um novo show. O U2 compôs uma canção especialmente para o filme. 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
cinemaTurma da Mônica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.