Em Pernambuco, nova safra no cinema e na música

Se o mundo começa no Recife, a boa safra atual da música e do cinema nacional também deve muito à capital pernambucana. O ano que termina teve momentos memoráveis, como a turnê de Futura, o mais recente álbum da Nação Zumbi, que também prepara DVD da turnê e acaba de lançar o CD ao vivo Propagando. No melhor estilo da simbiose, Pupillo, o baterista da Nação, levou o prêmio de melhor trilha sonora no Festival de Cinema de Brasília por Baixio das Bestas. O longa do ´brother´ Cláudio Assis também levou o prêmio de melhor filme em Brasília.Antes de enveredar pelo cinema, mais música. A Eddie, de Olinda, responsável pelo clássico Quando a Maré Encher e por resgatar o mestre Erasto Vasconcelos (irmão do também Naná), provou sua vitalidade com o CD Metropolitano e definitivamente encontrou seu espaço no circuito nacional, com turnê que se estendeu por São Paulo, Rio e Minas, entre outros Estados.Outra muito bem-vinda turnê foi a do também olindense Bonsucesso Samba Clube, que, com Roger (ex-Eddie) fez de Tem Arte na Barbearia o seu melhor disco e seus melhores shows. Deve-se ainda citar Junio Barreto, DJ Dolores, o Selo Instituto, Mombojó (eleita a melhor banda do ano pela APCA), Cordel do Fogo Encantado (que teve seu vocalista Lirinha também escolhido como o melhor compositor do ano pela APCA por Transfiguração).De volta ao cinema, Pernambuco marcou pontos com Cinema, Aspirinas e Urubus, de Marcelo Gomes, candidato brasileiro à vaga no Oscar. O longa tem produção do pernambucano João Jr., o mesmo de O Céu de Suely, que tem direção do cearense Karim Ainouz, mas é estrelado pela pernambucana Hermila Guedes. A jovem atriz ainda poderá ser vista no já citado Baixio das Bestas e Deserto Feliz, de Paulo Caldas, cujos bastidores estão retratados em Eu Vi o Mundo. Caldas estreou no cinema em Baile Perfumado, com Lírio Ferreira, que dirigiu o ótimo Cartola, que também estréia em 2007.Com sua nova safra, Pernambuco vai muito além do manguebeat, mas não deixa de comprovar a máxima de Chico Science: "Um passo à frente. E você não está mais no mesmo lugar."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.