Alex Bailey
Alex Bailey

Em 'Pegando Fogo', Bradley Cooper vive um gênio rebelde da culinária

Para se preparar para o papel, ator, que fala francês fluentemente, passou um tempo com grandes chefs; confira o trailer

Piya Sinha-Roy, Reuters

30 Outubro 2015 | 11h03

LOS ANGELES - Nos últimos cinco anos, Bradley Cooper interpretou homens bonitos, um policial dos anos 1970 com o cabelo armado, um atirador e um guaxinim malandro. Mas o papel de um chef em busca de uma estrela Michelin em Pegando Fogo realmente esquentou o trabalho dele.

"Eu tenho uma bagagem como cozinheiro, e eu pensei que eu conhecia esse mundo, mas me amedrontou interpretar esse nível de chef, e se algo te amedronta, é geralmente um sinal de que você deve fazer”, disse Cooper.

Em Pegando Fogo, que entra em cartaz nos cinemas dos Estados Unidos nesta sexta-feira, 30, Cooper interpreta Adam Jones, um gênio rebelde da culinária que se perde devido ao grande sucesso. Ele ganha uma chance de se redimir do seu passado com drogas e buscar a sua terceira estrela Michelin com o seu próprio restaurante em Londres.

Para se preparar para o papel, Cooper, que fala francês fluentemente e mostra isso no filme, passou um tempo com grandes chefs como Marco Pierre White, Gordon Ramsey e Clare Smyth. Com a última, Cooper trabalhou por uma noite.

O ator disse ter aprendido a arte de arrumar a comida no prato e visto como o “chef é um maestro” na cozinha.

 

Mais conteúdo sobre:
cinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.