Reuters
Reuters

Eddie Murphy não vai mais apresentar a cerimônia do Oscar

Ator renunciou à posição de anfitrião da 84ª edição da premiação após a saída do produtor Brett Ratner

estadão.com.br,

09 de novembro de 2011 | 17h21

SÃO PAULO - Tom Sherak, presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, anunciou na tarde desta quarta-feira que Eddie Murphy não será o apresentador do Oscar em 2012.

 

A decisão aconteceu poucas horas após a renúncia do diretor Brett Ratner à posição de produtor da cerimônia.

 

De acordo com Sherak, foi o ator quem optou por abandonar o projeto. "Entendo como Eddie se sente ao perder seu parceiro criativo, Brett Ratner. Desejamos o melhor a ele", afirmou o presidente.

 

Pela manhã, o produtor largou a posição após tecer um comentário que foi interpretado como um insulto aos homossexuais, na semana passada.

 

Confira abaixo o comunicado de Eddie Muphy:

 

Em primeiro lugar, gostaria de dizer que entendo e apoio a decisão de todas as partes envolvidas no que diz respeito à mudança na produção para a próxima edição do Oscar. Eu estava realmente empolgado para participar do show que nossa equipe de produção e escritos estavam desenvolvendo, mas tenho certeza de que a novo anfitrião e a nova equipe farão um trabalho igualmente excelente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.